Conteúdo publicado há 5 meses

Kayky Brito faz 1º aparição após passar 27 dias internado: 'Dias difíceis'

Kayky Brito, 34, fez a primeira aparição em público após deixar o hospital em que ficou internado no Rio de Janeiro, em decorrência de um grave acidente de carro sofrido no último dia 2 de setembro.

O ator recebeu alta hospitalar nesta sexta-feira (29) e posou para fotos ao lado da família. Os registros foram compartilhados pela mãe dele, Sandra Brito.

Kayky surgiu sorridente nas fotos tiradas pouco antes da alta hospitalar ao lado da mãe e do pai, Joseph, da irmã, Sthefany, e do cunhado, Igor Raschkovscky. Em uma das fotos, o ator aparece com uma tipoia no braço.

Na legenda, Sandra disse que os últimos dias "foram bem difíceis" para a família em meio a incertezas em relação ao estado clínico de Kayky. Ela também agradeceu a Deus e ao carinho dos fãs nesse momento de dificuldade vivido por eles.

"Foram dias bem difíceis. Dias de muito choro, dias de muita tristeza, dias de decisões. Todas as manhãs eu acordava, chorava muito e conversa com Deus. Ele me acalmava e me levantava", começou Sandra.

Ela ainda agradeceu as mensagens de apoio enviadas ao filho: "Demorei para postar, porque queria estar no mesmo lugar que eu ajoelhei e implorei pela vida do meu filho. Estou aqui, de joelhos, agradecendo."

Após deixar o hospital, Kayky Brito dará continuidade ao tratamento de reabilitação em sua casa. Ainda não foram divulgados detalhes sobre as condições do ator e que tipo de tratamento ele fará. Segundo, Tamara Dalcanale, mulher do famoso, ele ficará no Rio de Janeiro "se recuperando um pouco mais".

O que aconteceu:

Kayky Brito sofreu politraumatismo e traumatismo cranioencefálico após ser atropelado na altura do posto 6 da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, na madrugada do dia 2 de setembro.

Continua após a publicidade

Ele estava em um quiosque na orla acompanhado de Bruno de Luca, quando atravessou a rua para buscar algo em um carro. Na volta, foi atropelado por um carro de aplicativo que levava uma passageira e a filha.

O ator foi encaminhado ao Hospital Miguel Couto e, posteriormente, transferido para o Copa D'Or.

O motorista de aplicativo Diones Coelho da Silva, 41, prestou depoimento e no mesmo dia se prontificou a fazer o exame para detectar álcool, substância tóxica ou entorpecente no organismo.

A reportagem teve acesso ao resultado do laudo, que aponta que ele não havia consumido nada alcoólico ou qualquer substância de efeito análogo.

No boletim de ocorrência, registrado como lesão corporal culposa, quando não há intenção do ato, Diones disse que Kayky cruzou a pista repentinamente correndo, que ele trafegava na faixa da esquerda quando tentou desviar, jogando o carro para a faixa da direita. Mesmo assim, não conseguiu evitar a colisão.

Essa semana, a Polícia Civil do Rio de Janeiro concluiu que Diones dirigia abaixo da velocidade máxima permitida no trecho da avenida Lúcio Costa, na Barra da Tijuca, na zona oeste da cidade.

Continua após a publicidade

Splash teve acesso ao inquérito policial que aponta que Diones trafegava a uma média de 48 km/h (em constante desaceleração) quando atropelou o ator de 34 anos. A velocidade permitida na via é de 70 km/h.

Ainda segundo o relatório, não pode ser imputado qualquer fato criminoso ao motorista. Diones dirigia em velocidade abaixo do limite da via, sem apresentar alteração na capacidade psicomotora pelo consumo de álcool (embriaguez ao volante) ou qualquer outra substância de efeito análogo e com a atenção devida na direção do veículo. Finaliza que o motorista ainda realizou ações para evitar a colisão, apesar de não ter tempo de reação na frenagem.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora