PUBLICIDADE
Topo

Por Onde Anda

Contamos a história de artistas que foram famosos e estão afastados do mundo do entretenimento, investindo em uma outra carreira, ou vivendo em outro país.


Ex-'Uga Uga', Claudio Heinrich largou a atuação e se dedica ao jiu-jitsu

Claudio Heinrich protagonizou "Uga Uga" - Divulgação/ TV Globo
Claudio Heinrich protagonizou 'Uga Uga' Imagem: Divulgação/ TV Globo

Fernanda Talarico

De Splash, em São Paulo

17/12/2021 04h00

Claudio Heinrich estreou na TV em 1988, aos 16 anos, quando iniciou sua carreira como Paquito no "Xou da Xuxa". Mais tarde, em 1996, ganhou fama ao viver Dado, o professor de artes marciais de "Malhação" que fazia par romântico com Luíza, interpretada por Fernanda Rodrigues.

O personagem fez bastante sucesso à época, principalmente por sempre usar o bordão "Bonito isso, né? Eu li num livro". Por trás das câmeras, o galã também arrancava suspiros de colegas e fãs.

Mas hoje, 25 anos depois, é longe das telinhas que ele brilha. Heinrich deixou a vida artística de lado para se dedicar ao jiu-jitsu.

Carreira na TV

Em entrevista ao The Noite, em 2019, Heinrich revelou ser o "campeão de cartas" da TV Globo. "Recebia muita carta.[...] As fãs daquela época eram fãs de verdade."

Trabalhar em "Malhação" proporcionou momentos importantes na carreira do ator, pois ele pôde trabalhar ao lado de grandes ídolos, como foi o caso de Francisco Cuoco. Em entrevista ao gshow, em 2018, Heinrich contou que os dois se tornaram "companheiros de trabalho". "Ele deve ter sentido que eu era fã, mas eu tive que falar para ele depois."

A cena era um jantar. Já estávamos na sobremesa e ele (Francisco Cuoco) simplesmente pegou a colher imensa que estava servindo o sorvete, e comeu em um pote pequenininho. Tive um ataque de risos, de ter que parar e ficar 10 minutos descansando.
Contou ao GShow.

Formado em jornalismo e em cinema, Claudio Heinrich apresentou por 6 anos o programa "Globo Ecologia".

Já em 2000, o ator esteve em outro sucesso da emissora e protagonizou "Uga Uga".

Na trama, ele era Tatuapu, um jovem que foi criado por um Pajé (Roberto Bomfim) depois que seus pais morreram em uma expedição à Floresta Amazônica. O personagem foi criado pela tribo indígena, mas não era exatamente aceito por eles por ser tido como "muito feio e desbotado". Quando ele já estava mais velho, seu avô, Nikos (Lima Duarte), o encontra e leva para a cidade, onde Tatuapu sofre para se adaptar, afinal, ele é ingênuo e sem malícia. O personagem se envolve com Tatiana (Daniele Winits) e Bionda (Mariana Ximenes), mas se apaixona de verdade por Gui (Nívea Stelmann).

A novela foi um sucesso, e o protagonista é lembrado até hoje pelas cenas estreladas com pouquíssimas roupas.

Claudio Heinrich interpretou Tatuapú, o protagonista da novela Uga Uga - Divulgação/TV Globo - Divulgação/TV Globo
Claudio Heinrich interpretou Tatuapú, o protagonista da novela Uga Uga
Imagem: Divulgação/TV Globo

Ao The Noite, Henrich contou que ficava sem roupa de verdade nas gravações. "Sofria muito com o ar condicionado e nas externas eu gravava sete da manhã na cachoeira. Tinha que fingir que não estava congelando".

A carreira na TV Globo se encerrou em 2005, quando foi para a Record. Na emissora, ele atuou em sete novelas: "Prova de Amor", "Caminhos do Coração", "Os Mutantes", "Promessas de Amor", "Bela, a Feia", "Vidas em Jogo" e "Pecado Mortal".

Depois de tantos anos de trabalho, o ator resolveu pausar a carreira de artista.

Amor pelo jiu-jitsu

Henrich lutava jiu-jitsu havia bastante tempo e, inclusive, já conquistou um segundo lugar no campeonato estadual do Rio de Janeiro na categoria faixa preta.

"Em 2011, o meu mestre me convidou para dar aulas. Quando você quer ser o melhor em alguma coisa, a melhor maneira é aprender para ensinar alguém. Comecei a praticar o jiu-jitsu por causa do laboratório para fazer o Dado, e não parei mais", contou ao GShow.

Pelo amor ao esporte, ele ficou fora da televisão por sete anos, mas voltou para uma participação especial em um episódio da série "A Vila", do Multishow, em 2020.

Nascido em 20 de novembro de 1972, no Rio de Janeiro, o ex-ator tem 49 anos e é pai de Karl, de 6 anos, fruto do relacionamento com a produtora cultural Cláudia Colpo, com quem Henrich se casou em 2014.

Nas redes sociais, Claudio Heinrich é mais reservado e usa seus perfis para compartilhar principalmente registros de passeios e de jiu-jitsu.

Splash tentou contato com o agora professor, mas ele disse não dar entrevistas no momento. "Agradeço o convite e o interesse também. Quem sabe mais para frente?", respondeu ao convite.