PUBLICIDADE
Topo

Aos 86, Mauricio de Sousa diz que neto o inspira a criar mais personagens

Mauricio de Sousa com seu neto, Martin, filho de Marina - Reprodução/Instagram
Mauricio de Sousa com seu neto, Martin, filho de Marina Imagem: Reprodução/Instagram

Renata Nogueira

De Splash, em São Paulo

27/10/2021 04h00

Mauricio de Sousa completa 86 anos hoje. Engana-se quem acha que o cartunista já diminuiu o ritmo e pensa em aposentadoria. Pelo contrário. O trabalho move o pai da Turma da Mônica, que mesmo isolado em casa durante a pandemia continuou trabalhando e criando. E já planeja, com cautela, a retomada.

"O estúdio está vazio ainda. Estamos começando a abrir caminho para ir habitando o estúdio nas próximas semanas. Mas ficamos quase dois anos trabalhando em casa", conta o artista em entrevista a Splash. Além do aniversário de Mauricio de Sousa, o 27 de outubro de 2021 ficará marcado também como a data de lançamento de "Sou um Rio", seu primeiro livro solo sem a Turma da Mônica.

"A produção se manteve, criamos coisas novas nesse sentido, e sempre tomando todos os cuidados devidos para que essa 'praguinha' não chegue na gente e vá embora logo também. Já estou na terceira dose [da vacina] e espero que seja tão eficiente como foi até agora, então estou tranquilo e trabalhando mais ainda", diz Mauricio por telefone, com voz tranquila.

Os 86 anos completados hoje não o assustam. Com a saúde e a mente em dia, a idade nunca foi problema para o cartunista que ajudou a alfabetizar milhões de brasileiros nas últimas décadas e se orgulha disso.

turminha - Amanda Perobelli/UOL - Amanda Perobelli/UOL
Mauricio de Sousa entre Cebolinha e Mônica na abertura das visitas guiadas à Mauricio de Sousa Produções, em 2018
Imagem: Amanda Perobelli/UOL

"Costumo não me preocupar com a idade, com o tempo que passa. Me cuido bem, estou bem de saúde, então vamos trabalhar que é o melhor a fazer, principalmente na área de criação. Você está dobrando, triplicando sua presença quando se trabalha com o público. E, principalmente, levando mensagens. Eu gosto muito disso. Tudo isso dá para fazer a partir de um lápis e papel, ideias e sensibilidade."

Uma sensibilidade que ganhou mais contornos com a chegada do neto Martin, ainda durante a pandemia. O bebê de um ano, filho de Marina (sim, a desenhista!) e Rafael Cameron, trouxe a energia que Mauricio de Sousa costumava receber do público em suas participações em premiações e eventos, sempre solícito com todos que o abordavam com aquela mesma frase: "Aprendi a ler com o senhor."

"Eu sou muito sensível. Não posso ver uma criança que fico observando como ela está agindo, fazendo, aprendendo. Eu tenho uma tendência de criar personagens quando vejo uma criança vivendo a vida, descobrindo a vida", admite Mauricio sobre seu processo de criação.

"Nesse momento estou acompanhando o deslanche intelectual do meu neto Martin. Ponho foto dele quase todos os dias na internet, no Instagram, para o pessoal acompanhar o desenvolvimento dele que é muito interessante." Nesse processo, a história poderia se repetir e o menino virar um personagem, assim como a mãe?

martin - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Martin, neto de Mauricio de Sousa, filho de Marina
Imagem: Reprodução/Instagram

Todo mundo me pergunta se o meu netinho vai virar personagem. Eu digo: 'Deixa crescer, deixa eu ver a personalidade dele.' Mauricio de Sousa sobre o neto, Martin

"Toda a minha vida as crianças me ensinaram muito. Eu via como se relacionavam, como entram na sociedade quando crescem. Eu tive dez filhos, aprendi muito com eles. Oito deles são personagens. Eles me mostram tanta coisa bacana da vida que eu não posso deixar de colocar no papel como personagens e através deles falar com o público e jogar mensagens. O Chico Bento fala muito de meio ambiente de maneira cômica, o Horácio fala de filosofia..."

monica - Divulgação/MSP - Divulgação/MSP
Mônica e Mauricio de Sousa em foto antiga de família
Imagem: Divulgação/MSP

Aos 86 anos Mauricio de Sousa pode até já ter cumprido sua missão, mas segue animado para influenciar ainda mais gerações com o seu trabalho. "Eu tenho uma missão de me comunicar. E, ao mesmo tempo que eu estou me comunicando, eu tenho que colocar alguma coisa positiva, alegre, divertida. Uma filosofia de vitória, de felicidade, de ajuda ao próximo e assim por diante."

Com filhos e netos que já viraram personagens e o ajudaram a levar suas importantes mensagens para o público, Mauricio de Sousa reconhece sua vitória.

Quando as pessoas dizem que aprenderam a ler com a Turma da Mônica é a medalha do meu peito. A mais valiosa medalha que eu tenho grudada no peito é essa relação com o público. Mauricio de Sousa

mauricio autografo - Edson Lopes Jr./UOL - Edson Lopes Jr./UOL
Mauricio de Sousa faz sessão de autógrafos em estande da Turma da Mônica na CCXP, em 2016
Imagem: Edson Lopes Jr./UOL