Leão Lobo

Leão Lobo

Siga nas redes
Só para assinantesAssine UOL
Reportagem

Rei da Lambada, Beto Barbosa faz 40 anos de carreira em meio à boa fase

O Rei da Lambada Beto Barbosa está comemorando 40 anos de carreira em plena atividade, tanto que, momentos antes desta entrevista, estava numa badalada churrascaria de São Paulo em uma mesa com importantes figuras sertanejas, como Lauana Prado e Ana Castela, tratando de negócios sobre shows.

Ao falar de sua saúde, Beto respondeu: ''Estou bem. O câncer desapareceu, fiz uma bateria de exames no Hospital Albert Einstein, e o médico especialista me disse que no tipo de câncer que tive, em 10 casos, só um sobrevive. Por isso é muito importante a prevenção. Agora vou fazer mais 4 exames, mas pra saber se não tenho nenhum entupimento de artéria, seja na cabeça ou no coração.''. Beto descobriu um câncer de próstata em 2018.

O cantor, que é descendente de libaneses, contou sobre como foi parar na música: ''Comecei no comércio, como primeiro empresário de mim mesmo. Trabalhava nas lojas da família. Minha mãe era herdeira, mas discriminada, porque casou com um taxista e mulher não tinha vez na tradição familiar. Comecei a crescer e reivindicar os direitos dela. Cheguei a gerente da loja. Já cantava entre amigos em karaokês e uma gravadora me ouviu e gostou. Nessa época, eu frequentava a alta sociedade de Belém, mas também a periferia, e isso me ajudou muito, porque eu conhecia os dois lados. Quis gravar e pedi na loja um ano de salário adiantado para trabalhar o disco. Viajei de Manaus a Salvador. Naquela época, as companhias aéreas permitiam que você fosse parando de capital em capital, e depois prosseguisse viagem. A cidade que mais gostei foi Fortaleza, senti que lá o povo ia gostar do meu estilo de vida e musical. Na época, o que predominava era o forró. Luiz Gonzaga era o rei. Depois, vinham Dominguinhos, Elba Ramalho... Mas cantavam sós em cima do palco. Comecei com o forró, porém chamei casais de dançarinos para cima do palco. Chamei os melhores, por exemplo: Carlinhos de Jesus e Denize Taccto, Jaime Arôxa... Foi uma grande ideia empresarial, de sucesso''.

Sobre como a lambada chegou à vida do cantor e transformou tudo, Beto diz: ''A lambada é uma salsa, uma cúmbia, um merengue. Tudo isso vem ali das Guianas, perto da minha região. Juntei tudo aquilo que gosto, com meu estilo jovem, misturado com carimbó. Aí veio 'Adocica'''.

Aproveitei para entrar na intimidade de Beto e perguntei quantas vezes o Rei da Lambada foi casado. Ele me explicou que oficialmente apenas duas vezes. Viveu com uma mulher muito importante em sua vida: Telma. Por 3 anos ficou junto dela, mas nunca se casaram. Depois se casou com a mãe de seu filho, Felipe, que é advogado e cidadão francês. Hoje, Beto está casado com Gisele Melo Barbosa, juntos há 8 anos. Gisele foi quem ficou ao lado dele por dois anos, no pior momento de sua vida, quando lutava contra o câncer na próstata.

Beto ainda contou que aos 5 anos quase faleceu, após contrair uma coqueluche. Depois disso, na infância e adolescência, enfrentou um pai alcoólatra, daqueles que quebrava tudo em casa. Porém, conseguiu superar todas as adversidades.

O Rei da Lambada aproveita a fase boa, com 4 músicas na primeira fase da novela ''Renascer'' e com shows lotados por todo o Brasil, participando de muitos programas de TV, comemorando os seus 40 anos de carreira, que além de ''Adocica'', tem outros sucessos no repertório, como ''Preta'', ''Dance e Balance'', ''Beijinho na Boca''... Vale lembrar que, na época que foi lançada, ''Adocica'' vendeu 3 milhões de cópias.

No próximo dia 27, Beto completa 69 anos de vida. Sucesso ao cantor!

Reportagem

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes