PUBLICIDADE
Topo

Chico Barney

BBB 22: Critério de paredões é covardia do elenco que odeia se comprometer

BBB 22: Pedro Scooby no jogo da discórdia - Reprodução/Globoplay
BBB 22: Pedro Scooby no jogo da discórdia Imagem: Reprodução/Globoplay
Conteúdo exclusivo para assinantes
Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002

Colunista do UOL

18/04/2022 23h51

Mesmo na reta final, o elenco do BBB 22 continua resistente à ideia de jogar para vencer o programa. Querem deixar toda a responsabilidade para o público.

Praticamente só aliados sobreviveram até aqui. Tirando Eliezer, a turma composta por Scooby, Arthur, DG, PA e Gustavo conseguiu articular junto durante parte relevante da temporada.

Para evitar constrangimentos faltando poucos dias para o encerramento, inventaram um critério que é ridículo: votam baseado em quem foi há mais tempo para o paredão.

Com isso, conseguem se esconder atrás de uma regra que só serve para isentá-los de entregar qualquer resquício de intriga, artimanha ou picuinha. Mais um tapa na cara do público.

Só Arthur parece disposto a fazer com que existam pontos de tensão, ao reclamar da exclusão do paredão falso na metodologia. O que não deixa de ser besta também, mas pelo menos rende momentos de entretenimento.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.