PUBLICIDADE
Topo

Chico Barney

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

WandaVision até tenta disfarçar, mas não tem nada a oferecer

WandaVision manipula a realidade ao ponto de alguns incautos acharem a série boa - Marvel Studios/Courtesy of Marvel Studios
WandaVision manipula a realidade ao ponto de alguns incautos acharem a série boa Imagem: Marvel Studios/Courtesy of Marvel Studios
Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002

Colunista do UOL

26/02/2021 22h36

Tenho recebido críticas severas por parte dos marvetes —clube no qual sempre me incluí com muita alegria. A estranha unamidade de WandaVision nas redes é aterradora. Será que o errado sou eu?

Duvido. A cada episódio fica mais claro que a série é ancorada em um antigo preceito cunhado por Chacrinha: "vocês querem bacalhau?" Sempre querem.

A produção até aqui passou por três fases distintas. Na primeira, cada capítulo emulava sitcoms de diferentes décadas enquanto uma história maior era sutilmente desenvolvida. Depois fomos apresentados ao contexto geral com um pouco mais de detalhes, sem explicar muito bem coisas básicas como os objetivos dos personagens principais.

Como aparentemente não tinha mesmo muita coisa para contar, sobrou espaço para encher linguiça com acenos a diversas possibilidades, sem nunca culminar em coisa nenhuma. WandaVision é só gestão de expectativa.

Tentando fingir que a história não é das mais pedestres, resolveram concentrar grande volume de informação no penúltimo episódio. Um apanhado de obviedades costurado por uma dinâmica ridícula: ao lado da bruxa do Oeste, Wanda revê os pontos principais de sua vida que teoricamente justificam a maluquice de criar uma realidade paralela dentro daquela cidadezinha.

Apesar do ritmo modorrento, da narrativa básica e da mecânica preguiçosa, os fãs ainda ficam encantados por conta de mais uma rodada de referências que certamente farão a festa dos youtubers especializados na chamada "cultura pop". Por mim, tudo bem.

Mesmo com meu coração peludo, é difícil não abrir um sorriso ao encontrar o Visão em sua versão vislumbrada pelo autor John Byrne nos loucos anos 1980. Os burocratas da Marvel quase conseguiram, mas ainda não foi dessa vez: WandaVision não tem nada de substancial para oferecer.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL