PUBLICIDADE
Topo

Chico Barney

Que semana divertida! A Fazenda precisa errar com mais frequência

Siga o UOL no
Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002.

Colunista do UOL

30/10/2020 01h47

Ao longo dos anos, principalmente em 2020, um elemento foi fundamental para a consolidação do BBB: a surpresa nas dinâmicas do jogo. Situações impensáveis que tiram público e participantes do prumo.

Na contramão disso, A Fazenda sempre foi bastante linear em suas ativações. Um formato mais quadrado, que não se permite maiores ousadias fora dos padrões previamente determinados.

Os erros que aconteceram nesta semana por conta de vacilos da produção mostraram como o programa fica divertido e atrai ainda mais audiência quando o inesperado ocorre.

Tanto a demora para anular o poder do cantor Gabriel durante a formação da roça quanto o erro de cálculo e interpretação de texto na prova do fazendeiro foram acontecimentos negativos que viraram catarse e bom entretenimento.

Essa sensação de corda bamba dos peões rende ótimos frutos para a audiência. Talvez seja uma oportunidade para a Record refletir: é plenamente possível manter tal dinâmica, mas sem precisar contar com os erros da produção.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL