PUBLICIDADE
Topo

A Fazenda: Lucas Selfie imita Papa Francisco e declara guerra contra fofoca

Lucas Maciel e Luiza Ambiel (Reprodução RecordTV) - Reprodução / Internet
Lucas Maciel e Luiza Ambiel (Reprodução RecordTV) Imagem: Reprodução / Internet
Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002.

Colunista do UOL

21/09/2020 09h16

Há algumas semanas, durante uma celebração tradicional da Igreja Católica, o Papa Francisco aproveitou o ensejo para demonstrar todo o seu apreço pela fina arte de falar da vida alheia. "As fofocas são uma peste pior que a covid", declarou o Santo Padre.

"O grande fofoqueiro é o diabo, que sempre fica falando coisas ruins dos outros porque ele busca desunir a Igreja, afastar irmãos e não unir a comunidade. Façamos o esforço de não fofocar", pesou no ouvido dos fiéis naquele ensolarado domingo italiano.

Pois Lucas Selfie parece comungar dos mesmos princípios que o religioso anteriormente conhecido como Jorge Mario Bergoglio. Revoltado com um comentário insidioso proferido por Luiza Ambiel, o ex-Pânico organizou até uma reunião de condomínio para tentar manchar o bom nome da adversária.

Enquanto ocorriam os momentos finais da disputa da última roça, quando a decisão ficou entre Fernandinho e Raissa, Selfie não se fez de rogado e torceu claramente para o rei do Beat Box. Questionado a respeito do possível affair com a ex-vice Miss Bumbum, deu de ombros, pois poderia beijá-la após o confinamento.

Ambiel ficou particularmente incomodada com o comentário, e tratou de avisar a colega que retornou vitoriosa à sede. Com isso, entrou água no chopp do malandro, que encontrou dificuldade para jogar as armadilhas do amor para cima de Raissa.

A partir daí, instalou-se eloquente celeuma. Sentindo que era uma vítima de maledicência, tratou a musa da banheira do Gugu como se fosse o próprio diabo da metáfora empreendida pelo Papa Francisco.

Os efeitos nocivos da fofoca estão entre os ingredientes mais importantes de qualquer reality show. Assim como Luiza Ambiel usou de tal subterfúgio para criar uma narrativa positiva para si e suas aliadas, Selfie também abusou do método, reclamando da situação à boca pequena.

Mas adicionou outro elemento fundamental para essa receita certeira para a desunião: a acareação. Ao reunir todo o elenco para constranger a inimiga, jogou contra si mesmo, mas a favor do entretenimento.

E aí o Papa que nos perdoe, mas é para isso que os peões recebem cachês polpudos da Record.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL