Refrescante! Veja temperatura perfeita para gelar drinque, cerveja e refri

Com ondas de calor cada vez mais frequentes, saber os truques certos para manter as bebidas geladas nesse verão será fundamental. Afinal, ninguém quer tomar drinque aguado ou ter cerveja quente no churrasco. Nossa foi atrás de especialistas para fazer um dossiê e garantir que você não erre na temperatura.

Cerveja

Imagem
Imagem: Defne Serbetci/Getty Images/iStockphoto

Nem quente e nem gelada demais. De acordo com Fabio Antonio Scapin Cittolin, gerente nacional técnico draft beer do Grupo Heineken no Brasil, o ideal é que a cerveja chegue ao copo na temperatura de 0ºC, para que você possa aproveitar o sabor.

"Para isso, ela deve estar na geladeira em uma temperatura por volta de -2°C a -3°C. Se estiver mais gelada, o consumidor não sentirá o sabor e aroma da cerveja", explica Cittolin.

Alexandre Esber, mestre cervejeiro da Ambev, chama a atenção da temperatura adequada para as cervejas mais pesadas, como as de alta fermentação, conhecidas como ales. "As mais fortes e alcoólicas podem ser apreciadas em temperaturas que variam de 6°C a 14°C", diz. Talvez por isso elas não sejam a melhor opção para o refresco do verão.

E para evitar que o churrasco fique desabastecido de bebida gelada é preciso ter planejamento. "Comece a refrigeração 24 horas antes do evento. Com isso o produto vai aos poucos absorvendo a temperatura sem prejudicar o sabor e o aroma", diz Cittolin.

Se você é perfeccionista, atenção: "Considere deixar o produto por 12 horas a uma temperatura entre 5°C a 10°C e depois por mais 12 horas entre -2°C e -3°C. Este processo calmo de redução da temperatura protege ainda mais o sabor e aroma do produto", reforça Cittolin. Quanto menos flutuações térmicas, mais o sabor da cerveja se mantém.

Drinques

Imagem
Imagem: UOL

Ninguém quer tomar drinque aguado —e com o calor, esse é um desafio difícil de evitar. Mas a regra é clara: quanto mais gelo, melhor. "Usar o copo cheio de gelo permite que o drinque esfrie mais rápido e mantenha a temperatura baixa por mais tempo, evitando que ele fique aguado e que comprometa seu sabor", diz Nicola Pietroluongo, especialista em spirits (que são as bebidas destiladas) da Diageo.

Continua após a publicidade

Se seu drinque de escolha for uma gin tônica, por exemplo, você pode ainda deixar todos os seus ingredientes gelados antes de fazer a mistura.

"Usar a tônica fria é ideal. Há quem use o gin bem gelado, o que não é um problema. Você pode mantê-lo no congelador, pois os destilados não congelam", explica Pietroluongo.

Refrigerantes

Imagem
Imagem: iStock

Nem só de bebida alcoólica se faz um momento refrescante no verão. Os refrigerantes também precisam de cuidado especial para serem consumidos na temperatura certa.

"O refrigerante atinge sua melhor qualidade quando armazenado entre 5°C e 7°C, enquanto a temperatura de consumo ideal varia de 7°C a 10°C", diz Esber. Desse modo, a bebida mantém suas características e sabores inalterados.

Continua após a publicidade

Evite deixar que o refrigerante congele: isso impacta na efervescência do produto. "O ponto de congelamento da água é 0°C, então manter a bebida acima dessa temperatura é essencial", diz o mestre cervejeiro da Ambev.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes