PUBLICIDADE
Topo

Havaí poderá exigir de turistas passaporte da vacina com dose de reforço

Honolua Bay, no Havaí: Visitar as praias paradisíacas da região poderá ser possível apenas para aqueles que receberam três doses de vacina contra a covid-19 - Divulgação/WSL
Honolua Bay, no Havaí: Visitar as praias paradisíacas da região poderá ser possível apenas para aqueles que receberam três doses de vacina contra a covid-19 Imagem: Divulgação/WSL

De Nossa

17/01/2022 14h52

O governador do Havaí, David Ige, anunciou à imprensa americana que sua administração está estudando a possibilidade de mudar a definição local de "completamente vacinado" de duas doses para três — exigindo a vacinação de turistas com doses de reforço para a entrada no estado e nos principais estabelecimentos da região.

Caso a medida seja aprovada e entre em vigor, viajantes que não tomaram a dose de reforço contra a covid-19 deverão cumprir quarentena de cinco dias imediatamente após a chegada.

Os custos de hospedagem e alimentação deverão ser cobertos pelo próprio turista. "Sabemos que a comunidade precisa de tempo para reagir a isso, então teríamos de oferecer ao menos duas semanas para aqueles que não estão com seu esquema vacinal atualizado ter a oportunidade de se vacinarem se for preciso", ponderou o governador ao jornal local Honolulu Star-Advertiser.

David Ige ainda afirmou que está em contato com os governos municipais e com parceiros das redes hoteleiras locais para incentivar a exigência também da vacina de reforço em eventos públicos e reuniões. Aqueles que já têm passagens marcadas para os próximos dias não devem ter sua terceira dose exigida, ainda, mas é preciso se manter atento às atualizações para viajar nas próximas semanas.

O CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças), órgão federal que monitora a pandemia nos EUA, ainda não orienta a exigência da dose de reforço de viajantes internacionais e domésticos. No entanto, outros países já fazem o mesmo desde o segundo semestre de 2021, como é o caso de Singapura.

Atualmente cerca de 75% da população do Havaí é considerada completamente vacinada com duas doses de um imunizante autorizado pelo FDA, a Anvisa americana. São elas as vacinas da Moderna, Pfizer e Janssen.