PUBLICIDADE
Topo

Como tirar a pele do tomate? Aprenda uma técnica fácil e infalível

Se cozido, tomate com pele pode ser desagradável na boca - Max Oppenheim/Getty Images
Se cozido, tomate com pele pode ser desagradável na boca Imagem: Max Oppenheim/Getty Images

De Nossa

16/04/2021 10h21

Tirar ou não a pele do tomate é uma decisão do cozinheiro. Mas dependendo da preparação em que o fruto entrará, é preciso estar ciente que a pele muda a textura e a aparência do tomate, seja ele servido inteiro, picado ou processado.

Zenir Dalla Costa, coordenadora do curso de Gastronomia do Senac, defende que retirar a pele antes de cozinhar é algo positivo para garantir a uniformidade.

Quando o tomate não é processado ou passado pela peneira, a pele pode ser desagradável já que ela se mantém inteira enquanto a polpa se desmancha".

Segundo a professora, a maneira mais prática de tirar a pele do tomate é fazer um corte superficial em formato de "x" na parte superior do fruto e colocá-lo por alguns segundos em água fervente. Na sequência, expor o tomate em água bem gelada para interromper a cocção.

"Esse choque térmico faz a casca do tomate expandir na água quente e, depois, contrair na água fria, soltando a casca da polpa do fruto".

É importante que o tomate seja retirado rapidamente da água quente para que a polpa não cozinhe.

Sem pele não quer dizer sem pesticidas

Engana-se quem pensa que tirando a casca está livrando o alimento dos agrotóxicos. A química contamina toda a polpa. "Retirar a pele ajuda eliminar só o agrotóxico que está nessa parte do fruto".

De acordo com a chef, colocar o tomate numa solução de 1 litro de água e 1 colher de bicarbonato de sódio pode ajudar. "Depois de deixá-lo de molho, lave bem para retirar do bicarbonato".