PUBLICIDADE
Topo

Reino Unido barra viajantes do Brasil por variante do novo coronavírus

Arquivo - O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, já havia dito que o governo estava buscando maneiras de impedir que a variante entre no país - John Sibley/Reuters
Arquivo - O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, já havia dito que o governo estava buscando maneiras de impedir que a variante entre no país Imagem: John Sibley/Reuters

De Nossa

14/01/2021 13h14Atualizada em 15/01/2021 20h49

O Reino Unido decidiu hoje proibir a chegada de pessoas vindas do Brasil, Portugal e outros 14 países devido à descoberta no Brasil de uma nova cepa do coronavírus, que preocupa pelo seu possível impacto na resposta imunológica. A medida passa a valer a partir de amanhã.

"Tomei a decisão urgente (...) após a evidência de uma nova variante no Brasil", escreveu o secretário de transportes britânico, Grant Shapps, em sua conta oficial no Twitter.

Veja quais são os países afetados:

  1. Argentina
  2. Brasil
  3. Bolívia
  4. Cabo Verde
  5. Chile
  6. Colômbia
  7. Equador
  8. Guiana Francesa
  9. Guiana
  10. Panamá
  11. Paraguai
  12. Peru
  13. Portugal
  14. Suriname
  15. Uruguai
  16. Venezuela

Ele justificou a suspensão de viagens entre Portugal e Reino Unido "devido as suas fortes ligações com o Brasil". Os trabalhadores que transportam bens essenciais de Portugal ficarão isentos.

Ele explicou que a medida não se aplica a cidadãos britânicos e irlandeses, mas que os passageiros que retornarem desses locais devem se isolar por dez dias junto com suas famílias.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, disse ontem que o governo estava buscando maneiras de impedir que a variante entre no Reino Unido.

"Acho que é justo dizer que ainda temos muitas dúvidas sobre essa variante", disse ele a um comitê parlamentar.

País mais castigado da Europa pela pandemia, com quase 85.000 mortes confirmadas por covid-19, o Reino Unido enfrenta uma onda incontrolável de contágios desde a descoberta em dezembro de uma nova cepa no sul da Inglaterra, aparentemente muito mais contagiosa.

O Reino Unido já suspendeu as viagens diretas procedentes da África do Sul, pela descoberta de outra variante do vírus nesse país.

Em dezembro, o Brasil suspendeu os voos do Reino Unido devido ao surgimento da variante britânica do coronavírus.

A nova variante

Pesquisas em andamento na Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) Amazônia apontaram que a nova variante do novo coronavírus encontrada em pacientes japoneses tem origem no estado do Amazonas. As mutações achadas no vírus, até então inéditas, criaram o que será uma provável nova linhagem brasileira.

Segundo os cientistas, ainda é cedo para ter certeza, mas as mutações achadas podem significar que essa nova linhagem tem maior poder de transmissão, visto que duas importantes mutações foram descritas simultaneamente na proteína Spike — que faz a ligação do vírus às células e está é relacionada a capacidade de transmissão do SARS-CoV-2 (como é conhecido o novo coronavírus).

Os dados apontam que a linhagem B.1.1.28, que está presente em todo o país e que é a mais frequente no Amazonas, sofreu uma série de mudanças.