PUBLICIDADE
Topo

Pipoca não precisa ser sempre igual: 9 receitas para variar o sabor

Pipoca doce - Getty Images/iStockphoto
Pipoca doce
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Claudia Dias

Colaboração para Nossa

22/11/2020 04h00

Se fosse para fazer uma lista dos alimentos que são unanimidade e agradam sempre, a pipoca estaria entre as primeiras posições. Como petisco da tarde de chuva, companhia na sessão filminho ou sempre que bate vontade de uma comida afetiva, não há quem resista ao estalar na panela e o cheiro que toma conta de toda a casa.

E se o modo "tradicional" já é uma delícia, explorar novos sabores tornam a experiência ainda mais saborosa.

Vitor Boico, nutricionista e gastrônomo, sócio-proprietário da Inov3 - Soluções em Alimentos, explica que o milho para pipoca é uma variação específica, de tamanho reduzido. "É diferente do milho comum, pois possui uma resistência maior da casca e, ao aquecer, tanto o vapor quanto o amido interno são expandidos. Por consequência, ocorre o estouro da casca", detalha.

Especialistas dão os passos para fazer aquela pipoquinha perfeita - Getty Images - Getty Images
Especialistas dão os passos para fazer aquela pipoquinha perfeita
Imagem: Getty Images

Há muitos tipos de milho para pipoca no Brasil, mas os mais comuns são os conhecidos como amarelo ou tipo A. "Entre os amarelos, há duas principais variedades: o tipo cogumelo, que estoura na forma de um cogumelo, e o borboleta, que é mais comumente encontrado em pipocas de micro-ondas", detalha Vitor.

Há outras variedades, como o milho doce, que tem um sabor mais leve e adocicado. O branco, por sua vez, é parecido com a canjica e rende uma pipoca bem clarinha, de casca fina. "Dentre os coloridos, podemos citar o milho vermelho e o azul. A característica de ambos é a temperatura na qual o grão estoura, que é menor, se comparada aos milhos amarelos", comenta o nutricionista.

Qual usar?

Para cada tipo de pipoca, um tipo de milho - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Para cada tipo de pipoca, um tipo de milho
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Dependendo do tipo de pipoca que você pretende preparar, uma variedade pode ser mais indicada que outra. O milho amarelo tipo cogumelo (também chamado mushroom) é o mais recomendado para pipocas doces ou gourmet, já que apresenta menos casaca.

"Devido ao formato, o caramelo é melhor distribuído. A pipoca do milho cogumelo também é mais crocante e maior que o grão do tipo borboleta", acrescenta o especialista. Essa última, aliás, também é conhecida como butterfly.

E para quem sempre fica na dúvida sobre qual pipoca escolher no supermercado, diante de tantas classificações de premium, classe 1, especial e outras nomenclaturas, saiba que tais produtos trazem grãos do tipo amarelo, modificados e selecionados, que estouram com maior facilidade. "Porém, o gosto é o mesmo do comum", assegura Vitor.

Doces ou salgadas, pipoca pode receber coberturas variadas - Getty Images - Getty Images
Doces ou salgadas, pipoca pode receber coberturas variadas
Imagem: Getty Images

Pula, pula, pipoquinha

Comum ou não, há alguns truques que ajudam o milho a estourar melhor. Flávia Ferrari, do canal A Dica do Dia, sempre segue a técnica de colocar os grãos de molho por 10 minutinhos previamente, para que fiquem bem hidratados. "Descarto a água, seco bem o milho e só então coloco para estourar", revela.

Paciência e jeitinho ajudam a fazer a pipoca ficar mais gostosa - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Paciência e jeitinho ajudam a fazer a pipoca ficar mais gostosa
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Já a chef Thamy Nicoliche tem outro truque: quando começa a aquecer o óleo ou azeite, coloca dois grãos de milho na panela. "Quando o óleo estiver no ponto, eles vão estourar", lembra.

É nesse momento que ela tira a panela da boca do fogão acesa, conta até 30 e só então coloca o restante do milho e volta para o fogo. "Toda a pipoca vai estourar ao mesmo tempo e o nível de perda será bem menor, por causa desse pequeno controle de temperatura", compartilha.

Já pra cozinha!

Doce ou salgada, você escolhe! Tem receita boa para todos os gostos.