PUBLICIDADE
Topo

Cookie de tahine e limão-siciliano surpreende e fica pronto em 20 minutos

Combinação de sabores: acidez e aroma do limão, dulçor do açúcar de coco e amargor do tahine - Divulgação
Combinação de sabores: acidez e aroma do limão, dulçor do açúcar de coco e amargor do tahine Imagem: Divulgação

Gabrielli Menezes

De Nossa

04/11/2020 04h00

Giovanna Cury

Giovanna Cury

QUEM É

Embora seja filha de chef de cozinha, a comida só ganhou protagonismo na sua vida já adulta, com a descoberta do vegetarianismo. Quando foi estudar em Nova York, passou a alimentar o Instagram com seu dia a dia e receitinhas.

Não é porque a receita é diferente que ela precisa ser complexa. Também não é porque um ingrediente costuma ser usado na culinária salgada que ele não pode nunca cruzar a fronteira da sobremesa.

É assim, evitando rótulos, que Giovanna Cury deu as mãos para a gastronomia e criou o cookie de tahine com limão-siciliano - receita que ela compartilha com exclusividade para o Nossa.

Cookie - eu mereço - Giovanna Cury - Giovanna Cury
Receita rápida vai bem no café da tarde
Imagem: Giovanna Cury

Fácil de fazer, esse cookie se sai bem na companhia de um chá ou cafezinho.

O tahine, pastinha de gergelim do Oriente Médio geralmente usada por Giovanna no preparo de molhos e de homus, entra na bolacha para dar um toque amargo e contrastar com o dulçor caramelado do açúcar de coco - o ingrediente pode ser substituído por açúcar mascavo, se preferir.

Suco e raspas de limão-siciliano têm o papel de agregar frescor para o biscoito que leva farinha de aveia em vez da convencional, de trigo.

Cookie  - Eu Mereço - Giovanna Cury - Giovanna Cury
Gergelim finaliza o preparo que fica 10 minutinhos no forno
Imagem: Giovanna Cury

Sem leite nem manteiga, a receita é vegana, saudável e, o mais importante, gostosa.

A combinação é surpreendente. Você não sente falta de nada".

Cookie de tahine com limão-siciliano

Dificuldade Fácil
24 porções
20 min
Ver receita completa

Culinária consciente

Filha de chef de cozinha, ela poderia ter se identificado com o fogão desde pequena. Mas foi só na vida adulta, quando quis se tornar vegetariana - estigma que, hoje, já não é suficiente para definir sua alimentação - que passou a olhar para a comida de outra forma.

No Instagram, ela compartilha receitas variadas, que primam (ou não) por ingredientes saudáveis e levam (ou não) itens de origem animal.

Formada em publicidade pela ESPM, Giovanna trabalhou com moda e ensaiou uma mudança de carreira para se dedicar a ioga. Nesse processo de autoconhecimento, porém, foi captada pela comida, que se mostrou uma forma possível de transformar tanto sua mente quanto a sociedade em si.

Cookie - eu mereço - Giovanna Cury - Giovanna Cury
Cookie vegano é também saboroso
Imagem: Giovanna Cury

Em Nova York, onde estudou culinária natural pelo Natural Gourmet Institute, trabalhou no Nix, único restaurante vegetariano à época a ter estrela Michelin nos EUA. Seu dia a dia fora do país foi o impulso para criar uma conta no Instagram e deixar público seus primeiros passos na cozinha.

Antes de embarcar para a aventura de oito meses no exterior, deu início ao projeto Fazenda Gaia, que é sua principal função hoje. Trata-se de uma área degradada de pasto na fazenda da família, em Serra Negra, que foi revitalizada para a produção de orgânicos.

As frutas e verduras livres de agrotóxicos são trazidas a São Paulo toda quarta-feira, de acordo com a demanda dos clientes. Giovanna também dá aulas de culinária para grupos e trabalha como fotógrafa e food styling de pequenas marcas.