PUBLICIDADE
Topo

SPFW 25 anos: Lucas Leão aborda o futuro incerto com realidade virtual 3D

Gustavo Frank

De Nossa

06/11/2020 14h23

Lucas Leão foi o responsável pela abertura do terceiro dia do São Paulo Fashion Week. O estilista apresentou a coleção Aether, que reflete sobre possibilidades de existência em futuros incertos, propondo uma ascensão espiritual e carnal em mundos reinterpretados pelas pulsões de liberdade.

Os desenhos dos tecidos são inspirados nas brechas vazias das panes de televisores e aparelhos analógicos, iniciando uma fantasia de "sair do ar".

Para chegar ao resultado dessa nova realidade, as peças foram fotografadas pelo olhar de Rogger Cordeiro, com styling de George Krakowiak , beleza de Branca Moura. Em paralelo, os artistas 3D Pepapuke e Bruno Meira realizaram a criação e digitalização das peças com estampas criadas por Jemima Kos.

"É como se tudo que a gente criasse fosse eterno", contou Lucas durante o bate-papo após a transmissão do vídeo. "A ideia é multiplicar a experiência do espectador".

O filme em 3D acontece em um cenário desértico, numa realidade pós-mundo terreno. Em cada avatar de realidade aumentada é possível ver peças com efeitos ópticos em corpos etéreos, apresentando então a dimensão de Aether.

Lucas Leão já é conhecido pela sua aproximação com a vanguarda tecnológica e reflexões sobre artifícios de controle e busca pela liberdade. Nessa nova coleção, o estilista vai mais longe e nos oferece um momento para refletir sobre nossas experiências como corpos híbridos - físicos e virtuais.

"Aether nos ajuda a transcender para uma nova vida, onde podemos ser eternos, mas devemos lutar por nossas liberdades sensíveis e imateriais", completa o estilista.