PUBLICIDADE
Topo

Parques da Disney estão quase vazios e essa parece ser a ideia

Chris Palmeri

15/07/2020 13h06

Os recém-abertos parques temátidos da Walt Disney na Flórida (EUA) estão tão desertos que os visitantes esperam cinco minutos ou menos pelas atrações — uma experiência estranha para pessoas acostumadas a longas filas.

Jay Scutt, que administra o canal Park Hoppin no YouTube, visitou o parque do Animal Kingdom no domingo, um dia depois de ter sido aberto ao público, e encontrou o local pouco frequentado. "Andei em tudo", disse Scutt, frequentador do parque. "Eu nunca vi o parque assim."

Sem dúvida, muitos prováveis visitantes têm receio de ir aos parques da Disney durante uma pandemia. Mas as poucas pessoas no local podem ser resultado de limites impostos por um novo sistema de reservas, parte da abordagem cautelosa da empresa em reabrir as atrações. As reservas se esgotaram rapidamente para o fim de semana passado, mas o parque ainda parecia vazio para muitos participantes.

"Parece ter sido pensado para ficar vazio", disse Jeremiah Good, correspondente chefe na Flórida Central do site Laughing Place, que rastreia o movimento em parques temáticos.

A Disney está reabrindo seus parques em etapas. Magic Kingdom e Animal Kingdom na Flórida receberam visitantes no sábado. Mais dois, Epcot e Hollywood Studios, se juntam a eles nesta quarta-feira. A Disneyland na Califórnia permanece no escuro.

Tem sido um processo de aprendizado para a Disney. A empresa reabriu seu parque temático de Xangai em maio, com capacidade definida em menos de 25%. Em entrevista no sábado, o chefe dos parques da Disney Josh D'Amaro recusou-se a dizer qual nível de capacidade a empresa estava buscando na Flórida. O executivo disse que no geral estava "muito satisfeito" com as reservas para resorts no próximo ano.

"Aumentamos a capacidade em Xangai", disse ele. "Acho que estamos vendo um comportamento muito cooperativo dos hóspedes".

A Disney demorou mais do que os rivais na reabertura de seus portões. Parques da Flórida administrados por Universal Studios e SeaWorld Entertainment reiniciaram as operações semanas atrás e não exigiram reservas. Eles também não receberam grandes multidões.

As atrações da Flórida estão em atenção extra nesta semana, já que o estado registra aumento nos casos de Covid-19, inclusive na área de Orlando, onde os parques temáticos estão concentrados. A Disney disse que seus protocolos de segurança, incluindo verificações de temperatura no portão, distanciamento social e limpezas frequentes, protegerão os hóspedes e os funcionários.

Enquanto isso, em Hong Kong, o parque da Disney foi fechado novamente devido ao ressurgimento de casos.