Água boa de beber: com estas jarras você não vai precisar de filtro em casa

Tomar água da torneira nem sempre é recomendado pelos especialistas. Dependendo da falta de saneamento em sua região, é seguro filtrá-la para evitar riscos de contaminação. Agora, e quem não tem um filtro em casa ou tem pouco espaço na cozinha para essa instalação?

Usar uma jarra purificadora é uma alternativa interessante para ter água potável, segundo Celso Cukier, nutrólogo do Hospital Israelita Albert Einstein e do Instituto Cohen de Ortopedia, Saúde e Esporte. "Especialmente nos locais onde o acesso à água tratada é restrito ou precário", acrescenta. Normalmente, o aparelho é dividido em duas áreas:

Parte de cima, onde você coloca água e que desemboca no filtro;

Parte de baixo, que se conecta com o bocal e armazena a água já filtrada.

Confira a seguir uma seleção de jarras purificadoras com preços promocionais vendidas no site da Amazon, parceira do Guia de Compras UOL:

  • Filtro com quatro níveis de filtragem, incluindo carvão ativado e resina de troca iônica;
  • Purifica 320 litros de água por filtro;
  • Livre de bisfenol A e outros materiais tóxicos, segundo fabricante;
  • Capacidade para 2,4 litros.
  • Com filtro de carvão ativado;
  • Desenvolvido para caber na porta do refrigerador;
  • Capacidade para 1 litro.
Continua após a publicidade
  • O filtro possui camada de carvão ativado, reduzindo cloro, odores e gostos;
  • Camada magnética aumenta a solubilidade dos minerais facilitando sua distribuição e absorção pelo corpo;
  • Filtragem avançada catiônica que promete eliminar 98% do chumbo e elevar o PH a 9,5;
  • Capacidade para 1,5 litro.
  • Reduz mercúrio, cloro, cobre, zinco e cádmio da água;
  • Possui indicador eletrônico que avisa quando é hora de troca do filtro;
  • Feita para caber entre as prateleiras da geladeira;
  • Capacidade para 1,3 litro.
  • Filtro com quatro camadas, incluindo resina de troca iônica contra metais pesados e barreira de carvão ativado para compostos nocivos e orgânicos;
  • Possui indicador eletrônico que avisa quando é hora de trocar o filtro;
  • Alça projetada para maior ergonomia;
  • Capacidade para 3,5 litros.
Continua após a publicidade
  • Promete ionizar, alcalinizar e aumentar o pH da água;
  • Livre de bisfenol A;
  • Vem com filtro com quatro elementos filtrantes.quartzo, esferas cerâmicas, carvão ativado com nanopartículas de prata coloidal e carvão ativado;
  • Capacidade para 1,5 litro.

Como são os filtros?

Antes de investir em uma jarra é preciso observar bem as características do filtro que está sendo usado. A engenheira de alimentos Keliani Bordin, professora do curso de Engenharia de Alimentos da PUCPR (Pontifícia Universidade Católica do Paraná), detalha:

  • Carvão ativado: é o mais comum e pode ou não ter nanopartículas diferenciadas. Ele reduz o gosto e odores desagradáveis, além de conseguir reduzir níveis de metais pesados, agrotóxicos e outros componentes;
  • Materiais de troca iônica: aumentam a solubilidade dos minerais e melhoram a absorção pelo organismo;
  • Compostos ou mecanismos como cerâmica alcalina: pode ser a própria cera ou sais e outros materiais que geram magnetismo, diminuindo a acidez.
  • Membrana fina ou ultrafina: usada para remover os materiais mais finos que ficam na água.

O mais importante costuma ser o filtro de carvão ativado, que é o mais comum nos filtros do mercado. A camada de compostos que magnetizam a água pode atuar de forma antioxidante, reduzindo os radicais livres na água, completa Cukier.

Continua após a publicidade

Já o processo de alcalinização "ajuda a eliminar mais de 600 tipos de bactérias", diz o nutrólogo Edson Credidio, doutor em Ciências de Alimentos pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), professor da pós-graduação na mesma instituição e perito judicial em Análises de Alimentos.

No entanto, ao contrário do que muitos pensam, essa água mais alcalina não tem o poder de alterar o pH do nosso organismo.

Já tenho uma, mas quando devo trocar?

A primeira forma de saber quando trocar é seguindo a orientação do fabricante da sua jarra.

Se a água já apresentar odor de mofo e gosto de lodo igual ao da água a ser purificada, isso quer dizer que o filtro já está gasto.
João Guilherme Rocha Poço, engenheiro químico, professor de Engenharia Química da FEI (Fundação Educacional Inaciana)

Normalmente, o filtro pode ser apenas desrosqueado da jarra e você pode adquirir um refil com o fabricante ou no mesmo local em que comprou seu recipiente. Algumas pessoas aproveitam e já levam refis quando adquirem a primeira.

Continua após a publicidade

Fontes:
Celso Cukier
, nutrólogo do Hospital Israelita Albert Einstein e do Instituto Cohen de Ortopedia, Saúde e Esporte; Edson Credidio, doutor em Ciências de Alimentos pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), professor da Pós-Graduação na mesma instituição e perito judicial em Análises de Alimentos; Geraldo Luiz Pereira Fontana, engenheiro químico e professor de Engenharia Química da FEI (Fundação Educacional Inaciana); João Guilherme Rocha Poço, engenheiro químico e professor de Engenharia Química da FEI (Fundação Educacional Inaciana); Keliani Bordin, engenheira de alimentos, doutora em Ciências da Engenharia de Alimentos e professora do curso de Engenharia de Alimentos da PUCPR (Pontifícia Universidade Católica do Paraná).

Imagem

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes