PUBLICIDADE
Topo

Podcast

UOL Palmeiras

O podcast para os torcedores do verdão


ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

UOL Palmeiras #20: Situação de Felipe Melo foi mal conduzida

Do UOL, em São Paulo

13/07/2021 16h00

A atual diretoria do Palmeiras anunciou que não renovará o contrato de Felipe Melo, que termina em dezembro. O volante até pode continuar no clube, desde que entre em acordo com a próxima gestão, mas já tem propostas de outros clubes.

No podcast UOL Palmeiras #20 (ouça na íntegra no episódio acima), o apresentador Pedro Lopes, o colunista Danilo Lavieri e o repórter Diego Iwata Lima avaliam como o episódio foi mal conduzido tanto pelo clube como pelo jogador.

"Tem a discussão se o Abel quer contar ou não com o Felipe por mais tempo, mas a diretoria atual não quer tomar a decisão e deixa como herança para a próxima. É uma postura tomada com base nos jogadores velhos que têm os salários maiores. Se o Felipe Melo tem tanto interesse em continuar no Palmeiras dá para ele terminar a temporada e aí ser feita uma nova avaliação pelo próximo presidente. O Felipe Melo e o estafe dele gostam de dizer que tem propostas de todos os lugares. Se tem clube interessado nela agora, vai ter em 5 de dezembro", disse Lavieri, citando a data do fim do vínculo do volante com o clube.

Lima lembrou da declaração polêmica de Felipe Melo de que o presidente Maurício Galiotte não o procurou para falar sobre a renovação. "Acho que a situação foi mal conduzida. A gente sabe que a ideia não era falar disso agora, mas como começaram a renovar muitos contratos que não tinham vencido, eles se sentiram na obrigação de conversar com o Jaílson e com o Felipe Melo, por isso essa declaração. A única proposta que o Felipe levou ao conhecimento do Palmeiras era do Lugano, da Suíça", comentou.

Lavieri criticou a postura do volante por cobrar o presidente do Palmeiras. "O Felipe Melo é um jogador importante, líder do elenco, tem prestígio da comissão técnica, mas se o diretor o chamou na sala e falou que a decisão era não renovar com ele agora, para mim não faz sentido algum ele publicamente cobrar o presidente. O Anderson tem força na hierarquia para tomar essa decisão mesmo que de forma isolada. O Palmeiras acaba de ser líder e o Felipe dá uma entrevista daquela depois de jogar cinco minutos. Totalmente desnecessário. Se o Felipe quisesse pressionar a diretoria poderia dar entrevista em outros momentos. Por que o presidente tem que falar com ele, que não é o ídolo máximo do clube?", completou.

Ouça o podcast UOL Palmeiras e confira também o debate sobre as críticas exageradas ao desempenho do clube, líder do Brasileirão.

Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts e em todas as plataformas" de distribuição de áudio. Você pode ouvir UOL Palmeiras, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e YouTube.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL