PUBLICIDADE
Topo

Futebol

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Juca Kfouri: Cruzeiro foi melhor que o Atlético-MG sem ser nada brilhante

Do UOL, em São paulo

12/04/2021 19h13

Com um elenco cheio de reforços e nomes importantes no futebol brasileiro, o Atlético-MG entrou em campo como favorito no clássico diante do Cruzeiro, que vive o pior momento de sua história, tendo a disputar na temporada atual a segunda edição seguida da Série B, mas a equipe treinada por Felipe Conceição levou a melhor e impôs a segunda derrota do time de Cuca no Campeonato Mineiro.

No podcast Posse de Bola #116, Juca Kfouri afirma que a vitória cruzeirense foi justa, ainda que o time não tenha feito uma grande atuação, e critica a desorganização da equipe atleticana dentro de campo.

"É o segundo jogo que o Galo perde, perdeu para a Caldense e para o Cruzeiro jogando bulhufas, porque você poderia dizer 'perdeu mais ou menos como o Manchester City perdeu do Leeds. Massacrou e tomou dois gols, tomou um gol lotérico'. Não, o Cruzeiro jogou melhor do que o Atlético-MG nos dois tempos, não foi nada brilhante, não criou grandes situações de gol, mas jogou melhor", diz Juca.

"O Vargas perdeu dois gols imperdíveis, que o Fábio defendeu, e de resto o Cruzeiro fez o jogo dele até conseguir fazer o gol que fez aos 15 minutos com o Airton para definir a partida. Impressionante a incapacidade, a desorganização do Atlético-MG de Cuca e impressionante o papel ridículo, patético, como diria Mauro Cezar, de Hulk. Ele não entra para jogar futebol, ele entra em um ringue, em um tatame, dando cotoveladas, se espargindo aqueles músculos", completa.

O jornalista afirma que não é razoável para o Atlético-MG com seu elenco atual perder para o rival na situação que este se encontra, criticando uma certa soberba por parte do time atleticano.

"Não é possível que o investimento do Galo permita que ele perca para esse time do Cruzeiro e perdeu com méritos. Eu até dei risada, porque eu gosto de ver quando o mais fraco ganha do mais forte, principalmente quando o mais forte tem uma certa arrogância e o time do Atlético-MG entrou no Mineirão ontem para dizer 'agora vocês vão ver com quantos paus se faz uma canoa'. Vimos!", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol