PUBLICIDADE
Topo

Podcast

UOL Flamengo

O podcast para a nação rubro-negra


ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

UOL Flamengo #4: 'Escalar Gabigol e Pedro é beco sem saída', diz Coutinho

Do UOL, em São Paulo

23/03/2021 16h00

Uma das dúvidas mais frequentes para os torcedores flamenguistas é se Gabigol e Pedro podem jogar juntos. O próprio técnico Rogério Ceni deu indícios de que a dupla pode, sim, ser escalada na equipe titular. Mas então outra pergunta ganha força: quem perde a vaga e vai para o banco?

No podcast UOL Flamengo#4 (ouça na íntegra no episódio acima), o apresentador Pedro Lopes, o colunista Rodrigo Coutinho e o setorista Leo Burlá analisam se Rogério Ceni pode mesmo apostar na dupla e quais obstáculos o treinador enfrentaria com eles em campo.

Para Coutinho, muito do sucesso da dupla vai depender de como Ceni pretende montar taticamente o Flamengo "São jogadores com características que se completam. O encaixe do restante do time se torna o centro dessa questão, pois teremos que falar de Bruno Henrique, de Arrascaeta, de Everton Ribeiro. Quando o Everton estava mal, falou-se muito em tirá-lo e recuar o Gabigol. Mas os dois são totalmente diferentes. Essa questão passa muito pelo esquema tático a ser implementado", analisou.

Burlá não gostaria de estar na pele de Ceni, pois tirar alguém do time para dar lugar a Pedro virou tarefa das mais complicadas. "O obstáculo é quem tirar do time. É um doce problema pro Rogério. Acho bem difícil ele montar um time a partir dessa alternativa. A princípio, o Pedro deve permanecer como alternativa. Ele deve jogar sempre, mas começar jogando são outros quinhentos. Se eu fosse o Ceni, teria muita dificuldade em fazer essa manobra. Nunca tiraria o Everton Ribeiro, o Arrascaeta", ponderou.

Coutinho prevê dificuldades do ponto de vista defensivo caso Ceni escolha atuar em um esquema com três atacantes. O colunista vê um equilíbrio melhor com um 4-4-2, mas também fica em dúvida sobre quem sacar da equipe. "É um beco sem saída. Bruno Henrique vai sair? Você perde um jogador que dá essa dinâmica de segundo atacante pelo lado esquerdo. Everton Ribeiro e Arrascaeta são muito acima da média no futebol brasileiro", concluiu.

Ouça o podcast UOL Flamengo e confira também a análise sobre o futuro de Pedro: ele tem chance na seleção brasileira?

Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts e em todas as plataformas de distribuição de áudio. Você pode ouvir UOL Flamengo, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Amazon Music e YouTube.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL