PUBLICIDADE
Topo

Podcast

UOL Flamengo

O podcast para a nação rubro-negra


ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

UOL Flamengo #24: Goleada para o Inter não abala clima no Fla

Do UOL, em São Paulo

10/08/2021 16h00

A goleada por 4 a 0 para o Internacional no Maracanã, no último domingo (8), encerrou a série de sete vitórias do Flamengo sob o comando de Renato Gaúcho. O placar surpreendeu, já que o rubro-negro vinha de boas atuações e havia empolgado o torcedor - alguns até compararam o time ao da época de Jorge Jesus.

No podcast UOL Flamengo #24 (ouça na íntegra no episódio acima), o apresentador Pedro Lopes, o colunista Rodrigo Mattos e o repórter Igor Siqueira analisaram o impacto deste resultado no time e como a derrota evidenciou um problema defensivo: o buraco entre a zaga e o meio-campo.

Para Mattos, a goleada não deve afetar o lado psicológico do elenco rubro-negro. "Há um certo espaço entre a zaga e os volantes. Os zagueiros estão jogando bem desprotegidos. Vimos isso nos quatro gols do Inter, que foi muito inteligente em sua estratégia. A zaga não sobe como quando jogava com Jesus para pressionar onde a bola é perdida. Não acredito muito nisso de ânimo. Em um time como o do Flamengo que está jogando há três anos, com jogadores experientes, é difícil uma goleada abalar psicologicamente. No máximo, vai ter uma chamada de atenção do Renato", comentou.

Para Siqueira, o Fla ainda não se adaptou da melhor forma à ausência de Rodrigo Caio. "Enxergo essa derrota como um grande acidente de percurso. Sobre o problema defensivo, a ausência do Rodrigo Caio é uma questão importante. Ele não vai resolver o buraco do meio-campo. O Rodrigo Caio é o zagueiro mais veloz do time. Quando você joga com Leo Pereira e Gustavo Henrique, tecnicamente é preciso diminuir essa distância para o seu próprio gol para não tomar muita bola nas costas. Esse equilíbrio ainda não foi encontrado devidamente", analisou.

O repórter observou que, além do desempenho ruim do time da Gávea, o Colorado também teve muitos méritos para construir a goleada. "Foi uma atuação pontual, muito abaixo da média para o que o Flamengo está acostumado a fazer. Esses lapsos coletivos vão se somando e, claro, houve a competência do Internacional e de um Yuri Alberto que estava em dia inspiradíssimo e soube dar os golpes muito precisos. Vamos ver como o Flamengo vai responder a isso", afirmou.

Mattos acha que a goleada para o Inter não deve ser encarada como uma tragédia completa. "Dizer que as sete vitórias do Renato foram só fruto de um grande trabalho tático seria mentira, assim como dizer que começou a surgir um monte de erros agora também seria uma análise equivocada. Nesse jogo específico, o Flamengo não atuou bem, entrou um pouco displicente e errando muito em tomadas de decisão na frente e atrás. Houve falhas que ocorriam em outros jogos e não vinham sendo exploradas direito pelos adversários", concluiu

Ouça o podcast UOL Flamengo e confira também a discussão sobre a recuperação de Rodrigo Caio, que sofre com os constantes problemas físicos.

Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts e em todas as plataformas de distribuição de áudio. Você pode ouvir UOL Flamengo, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Amazon Music e YouTube.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL