PUBLICIDADE
Topo

Celso Unzelte: "Todo mundo está surpreso com Luan, menos o gremista"

Do UOL, em São Paulo

08/10/2020 04h00

Campeão da Libertadores com o Grêmio em 2017 e vencedor do prêmio Rei das Américas naquele ano, Luan chegou ao Corinthians no início do ano com a esperança de reencontrar o seu bom futebol, mas não tem conseguido se firmar no time e nem tem feito boas atuações.

Em entrevista ao programa Os Canalhas, o jornalista e escritor Celso Unzelte analisa a expectativa criada na contratação de Luan pelo Corinthians e cita que o jogador tem mostrado no alvinegro o mesmo que vinha desempenhando no Grêmio na última temporada.

"Eu acho que todo mundo está surpreso, todo mundo se pergunta, menos o gremista, o gremista já conhece essa história. Porque no Grêmio ele estava jogando o mesmo que está jogando no Corinthians, ou nada. Se não, ele não teria vindo para cá", afirma Unzelte.

"O Grêmio vendeu o Luan de 2019 para 2020 e o Corinthians comprou o de 2017. Quando você faz isso, você corre o risco, acho que mais do que correr o risco, a probabilidade maior é que a metamorfose não se dê, e não se deu", completa.

Celso Unzelte também comenta a frustração em relação a outros jogadores da mesma geração que não conseguem entregar o que deles se espera, como Lucas Lima, do Palmeiras, e Paulo Henrique Ganso, do Fluminense.

"Tem também o fato de você ter uma geração de atletas aí que está entregando menos do que pode. A gente está falando do Luan, mas podia estar falando do Lucas Lima, do Thiago Neves, do Paulo Henrique Ganso, do Pato, que é outra posição, mas também é um desses mistérios do futebol, por que o cara não entrega o que pode?", afirma o jornalista.

"Eu acho que é a síndrome de uma geração do futebol brasileiro, muito da postura desses jogadores, mas eu acho que também muito da nossa carência em relação a salvadores da pátria", conclui.