PUBLICIDADE
Topo

Joel Santana: Entendidos acham que jogar para trás é o futebol moderno

Do UOL, em São Paulo

18/11/2020 04h00

Atualmente sem trabalhar como técnico, Joel Santana segue acompanhando o futebol agora que também tem um canal próprio no Youtube para falar sobre o esporte, mas reclama que o futebol atual está chato e critica aspectos como a saída de bola com o goleiro tocando com os zagueiros na pequena área, além da discussão em torno da posse de bola.

Em entrevista ao programa Os Canalhas, com os jornalistas João Carlos Albuquerque e Rodrigo Viana, Joel comenta o erro do goleiro Hugo Souza na primeira partida entre Flamengo e São Paulo pela Copa do Brasil, os casos de times que voltam a bola até o goleiro muitas vezes durante uma partida, além de dizer que se irrita com os comentários da posse de bola, apontando que no futebol é necessária a simplicidade.

"Mas isso é o que alguns ou muitos entendidos acham que é o futebol moderno, jogar para trás. Falando nessa tal de posse de bola, eu não aguento mais isso, cara. Ele teve 85% de posse de bola. Está bom quanto é que foi o jogo? 3 a 0 para o que teve 15%. O futebol tem que ser o mais simples possível para você ir lá e fazer o gol, se você tem mais a bola ou não, não interessa, eu dou a bola para o adversário, vou lá e tomo dele, pô", diz Joel.

"Deixa ele jogar para trás que eu vou abafar ele no campo dele, vou diminuir os espaços de um lado e do outro e vou pegar a bola. Se eu tenho um time marcador, eu vou ter a posse de bola. Eu ganhei dois títulos assim, o time adversário era muito melhor que eu, e deixava ele jogar, porque eu ia roubar a bola dele, eu dava para ele, para ele jogar, porque jogava bonito, achava que o time era bom, mas meu time era um time altamente qualificado e disciplinado. Então eu deixava a bola cair em um ponto, aquele ponto x eu ia lá abafar ele, pronto, acabou", completa.

Além da forma de jogar, Joel Santana também não gosta do vocabulário utilizado atualmente nos comentários sobre os jogos e diz que a dificuldade no futebol brasileiro está na saída cada vez mais cedo de jogadores para o exterior.

"Tudo é estratégia na vida, agora, todo mundo ficar com essa doença, querendo falar uma língua que não existe, ainda mais agora que nós perdemos muita qualidade de jogador porque não tem mais tempo de trabalhar o jogador, os caras vêm aqui e pegam o jogador na origem, essa é a minha opinião", conclui.

Os Canalhas: Quando e onde?

O programa Os Canalhas vai ao ar toda terça-feira, às 14h, com programa inédito, disponível na home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte no Youtube e no Facebook e Twitter, com os jornalistas João Carlos Albuquerque e Rodrigo Viana entrevistando personalidades importantes do esporte brasileiro. Inscreva-se no canal Os Canalhas no Youtube para conferir mais de João Carlos Albuquerque e Rodrigo Viana.