PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Arnaldo Ribeiro: "O lance do Neymar é para humilhar o adversário"

Do UOL

Em São Paulo

03/02/2020 19h30

Na goleada do Paris Saint-Germain por 5 a 0 diante do Montpellier, pelo Campeonato Francês, o brasileiro Neymar chamou a atenção após receber cartão amarelo após responder de forma agressiva no momento em que foi repreendido pelo árbitro devido a uma jogada de efeito em que usou uma 'carretilha' para passar por três adversários.

Durante o terceiro bloco do podcast Posse de Bola #18, a jogada do atacante brasileiro e a interferência do árbitro que o advertiu foram debatidos, com Arnaldo Ribeiro sendo o único a defender a atitude do árbitro Jerôme Brisard.

"Neymar não tomou o cartão amarelo por causa da carretilha, ele tomou o cartão amarelo porque deu um chilique diante do árbitro", diz Arnaldo.

"Quando o jogo ficou definido, não foi um lance, foram diversos lances. O Neymar sofreu falta para caramba e, como é o jeito dele, tentou fazer lances de efeito para humilhar o adversário. O lance do Neymar é para humilhar o adversário, para tripudiar do adversário, como ele faz. É do instinto dele", completa.

Eduardo Tironi, Juca Kfouri e Mauro Cezar Pereira opinam que não cabe ao árbitro pedir ao jogador para não driblar, mesmo que o clima entre os adversários não esteja ameno.

"Só acho que não cabe ao juiz se meter nisso. O juiz tem que chegar lá e dar cartão para quem der porrada e deixar o jogo seguir. Acho que o juiz de futebol é dada a ele tantas responsabilidades que não deveriam ser do juiz e alguns gostam de assumir mais responsabilidades ainda. Já fazem um monte de lambanças cuidando do jogo e ainda querem ficar arrumando mais encrencas?", afirma Mauro.

"Neymar fez o que tinha que fazer, tentou dar o drible que queria dar, que pode dar. Eu sei que tem uma ética do jogador, eu gostaria que o Neymar fizesse isso sempre, em toda circunstância que fosse necessário fazer esse drible, dar a carretilha. Ali, ele estava cercado por três jogadores, ele deu a carretilha e conseguiu ficar com o lateral para o time dele. Eu queria vê-lo fazer isso também quando o Paris Saint-Germain estivesse perdendo, para não parecer que ele está tripudiando e aí ferindo a ética do jogador. Agora, no limite, jogador de futebol com a bola faz o que bem entender", diz Juca.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol