PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Premier League repudia discriminação e cobra respeito de torcedores

Christian Radnedge

Da Reuters, em Londres

14/12/2018 17h12

A Premier League admitiu que um número pequeno de torcedores se comportou "inaceitavelmente" em partidas e pediu a todos eles que se comportem de maneira respeitosa à luz de supostos incidentes discriminatórios recentes.

O Chelsea expulsou quatro torcedores nesta semana enquanto aguarda uma investigação policial sobre um suposto abuso racial contra Raheem Sterling, atacante do Manchester City, durante uma partida da liga inglesa entre os dois times na semana passada.

A Polícia Metropolitana também acusou quatro homens depois de incidentes no clássico do norte londrino entre Arsenal e Tottenham Hotspur neste mês.

Leia também:

Uma casca de banana foi atirada por um torcedor no gramado do Estádio Emirates depois que o atacante gabonês Pierre-Emerick Aubameyang, do Arsenal, fez um gol no jogo encerrado em 4 x 2.

No mês passado a entidade antidiscriminação Kick It Out disse que os relatos de abuso discriminatório no futebol cresceram 11 por cento em relação à temporada anterior.

A liga inglesa emitiu um comunicado nesta sexta-feira (14) pedindo respeito.

"Vimos exemplos de futebol brilhante na temporada deste Campeonato Inglês, e a grande maioria dos torcedores criou um clima empolgante e apaixonado nos estádios. Entretanto houve incidentes recentemente nos quais uma minoria muito pequena se comportou inaceitavelmente", disse o comunicado.

"Agora que rumamos para a temporada de festas, com várias partidas vindo em seguida, pedimos a todos os torcedores que apoiem seus times de maneira apaixonada, positiva e respeitosa".

Esporte