Topo

Futebol


Técnico de Honduras diz que repescagem para Copa do Mundo é "desumana"

Eddie Hernández comemora após marcar por Honduras contra a Costa Rica - Juan Carlos Ulate/Reuters
Eddie Hernández comemora após marcar por Honduras contra a Costa Rica Imagem: Juan Carlos Ulate/Reuters

17/10/2017 10h25

A decisão da Fifa de agendar as duas partidas da repescagem das eliminatórias para a Copa do Mundo entre Austrália e Honduras com só cinco dias de intervalo é "desumana", disse o técnico da seleção hondurenha, Jorge Luis Pinto.

A primeira partida do duelo intercontinental que decide uma vaga no Mundial da Rússia do ano que vem acontecerá no país da América Central em 10 de novembro, e a partida seguinte em Sydney cinco dias depois.

Não há voos diretos entre Austrália e Honduras, e o diretor de logística dos hondurenhos disse ao jornal local "La Prensa" que a equipe terá que viajar a Los Angeles e de lá pegar uma conexão para a casa do adversário.

"É desumano da parte da Fifa colocar estas datas tão próximas com uma viagem longa entre elas", disse Pinto, segundo declarações noticiadas amplamente em Honduras nessa segunda-feira (16).

Mas o treinador também disse que seu time terá uma ligeira vantagem por disputar o primeiro jogo em casa.

"Não temos que fazer duas viagens que poderiam ser prejudiciais para nós", disse, de acordo com declarações publicadas pelo jornal esportivo "Diez".

"Por outro lado, a Austrália tem que vir aqui e disputar o jogo e depois voltar para casa, e isso é mais cansativo".

Futebol