PUBLICIDADE
Topo

Esporte


Boxeador japonês que derrotou Esquiva em Londres estuda se aposentar

Pugilista japonês Ryota Murata comemora após vencer ucraniano na semifinal dos Jogos - REUTERS/Damir Sagolj
Pugilista japonês Ryota Murata comemora após vencer ucraniano na semifinal dos Jogos Imagem: REUTERS/Damir Sagolj

Da Reuters, em Tóquio

27/08/2012 10h25

O pugilista japonês Ryota Murata, medalha de ouro nos Jogos de Londres, está estudando deixar o esporte, depois de rejeitar uma oferta lucrativa para se tornar profissional.

Murata encerrou a espera de 48 anos do Japão por uma medalha olímpica de ouro no boxe ao ganhar o título dos pesos médios em Londres no começo do mês, derrotando o brasileiro Esquiva Falcão na final, mas agora planeja um longo descanso antes de decidir sobre seu futuro.

"É o fim de um capítulo para mim e o boxe", afirmou Murata ao jornal esportivo Nikkan Sports, na edição desta segunda-feira. "Basicamente, não tenho planos para continuar com a minha carreira."

"Sou uma pessoa que já abandonou um vez, e retornou", acrescentou o pugilista, de 26 anos, que deixou o esporte por um breve período depois de não conseguir se classificar para os Jogos de Pequim, em 2008.

Murata recusou um contrato de 1 milhão de dólares para se profissionalizar e, em vez disso, planeja estudar ciência do esporte e línguas estrangeiras.

Ele não está entusiasmado pela busca de um segundo ouro nos Jogos do Rio 2016, e insiste que em vez disso preferiria treinar futuros boxeadores.

"Não estou pensando em retornar. Haverá novos e jovens boxeadores no Rio e eu não serei do interesse da mídia", disse ele em Nara, sua cidade natal, no oeste do Japão. "Eu só quero dar um tempo".

(Reportagem de Alastair Himmer)

Esporte