PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Jean Pyerre marca primeiro gol pelo Avaí e vira xodó da torcida avaiana

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

28/06/2022 09h00

Neste domingo (26), o Avaí empatou com o Palmeiras por 2 a 2 e o segundo gol do Leão da Ilha foi marcado por Jean Pyerre, o primeiro gol do meia pela equipe catarinense. Anunciado no início de abril o meia começou o jogo no banco e entrou na etapa final, logo depois de entrar Jean fez um golaço de falta para empatar o jogo.

+ Com golaço de falta e pênaltis, Avaí e Palmeiras empatam pelo Brasileirão

Jean não atuava pelo Avaí desde o empate contra o São Paulo no começo do mês por causa de uma lesão, segundo o meia esta lesão incomodava ele na partida contra o tricolor paulista, porém ele decidiu jogar mesmo assim. Nesta temporada, o camisa 21 soma cinco jogos pelo Leão da Ilha, todos vindo banco, e no último jogo marcou seu primeiro gol pelo clube.

Por conta de lesões e problemas de saúde o meia não marcava desde agosto do ano passado, Jean jogava pelo Grêmio ainda. Na partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, o Tricolor Gaúcho recebeu o Vitória na Arena do Grêmio e o meia marcou o único gol do jogo, de pênalti.

O perfil oficial do Avaí brincou com o bigode de Jean Pyerre e caiu nas graças da torcida avaiana.

O meia postou nas redes sociais um vídeo do seu gol agradecendo a todos que ajudaram o meia na sua recuperação.

Para saber tudo do Avaí, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook. E se inscreva no nosso YouTube

Jean Pyerre teve um tumor raro diagnosticado nos testículos no começo do ano e ficou um longo período sem atuar. Por causa dessa doença a sua transferência para Giresunpor-TUR foi cancelada. Em março, o meia passou pela cirurgia para remover o tumor e foi liberado para jogar futebol, ele foi contratado pelo Avaí no começo de maio, Jean está emprestado ao Leão da Ilha pelo Grêmio até o final do ano.

Na entrevista pós-jogo Jean Pyerre comentou sobre o seu momento e como foi lidar com esses problemas de saúde.

-Eu enfrento muita coisa, muita luta e estava incomodado porque algumas pessoas estavam falando como se eu não quisesse jogar. As pessoas não sabem da nossa luta, não sou nenhuma vítima, mas todos nós temos nossas lutas. Empate importante porque poucas equipes irão tirar pontos do Palmeiras. É trabalhar para me livrar dessas lesões e poder ter uma sequência de jogos.

Futebol