PUBLICIDADE
Topo

Futebol

D'alessandro completa o processo de naturalização brasileira: confira sua trajetória no Brasil

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

21/01/2022 10h27

O argentino Andrés D’alessandro, que retornou ao Internacional neste ano, completou o processo de naturalização brasileira na quarta-feira (19). Ele, que já havia recebido a cidadania em setembro de 2020, nesta semana fez sua carteira de identidade nacional e jurou à bandeira, completando assim o processo para se tornar cidadão do Brasil.

O meia, que retorna ao Inter para encerrar sua carreira como futebolista, não ocupa desde 2020 a posição de estrangeiro para fins de regulamento da CBF na organização do Campeonato Brasileiro. Atualmente, os estrangeiros no elenco colorado são os argentinos Gabriel Mercado e Víctor Cuesta, o uruguaio Bruno Méndez e o chileno Carlos Palacios.

Para saber tudo do Internacional, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook. E se inscreva no nosso YouTube!

Em sua trajetória pelo Brasil, iniciada em 2008 e sempre atuando pelo Internacional, D’alessandro conquistou vários títulos importantes, inclusive um título inédito na galeria de troféus colorada logo no ano de sua chegada. Confira abaixo:

  • Copa Sul-Americana (2008) – título inédito para um clube brasileiro. Até então, nenhum havia conquistado a Copa Sul-Americana.
  • Copa Suruga Bank (2009)
  • Copa Libertadores da América (2010)
  • Campeonato Gaúcho (2009, 2011, 2012, 2013, 2014 e 2015)
  • Recopa Gaúcha (2016 e 2017)

Na época em que chegou, D’ale já era aclamado pela torcida colorada. No ano de sua estreia no Inter, a torcida colorada já cantava seu nome em alto e bom som nas tribunas de La Bombonera, casa do Boca Juniors, maior rival do River Plate, outro clube marcante em sua vida. Talvez por provocação ao adversário, talvez pela expectativa de ter o meia que frequentemente comparecia à Seleção Argentina, fato é que os anos seguintes tornaram D’ale uma figura importante na história colorada, principalmente na história recente.

Agora, aos 40 anos de idade, o argentino, e agora oficialmente brasileiro, retorna de uma passagem de 1 ano pelo Nacional (URU), para encerrar sua carreira futebolística em Porto Alegre, com contrato até o final do mês de abril.

Futebol