PUBLICIDADE
Topo

Esporte

PSG considera impossível acertar a contratação de Messi, diz jornal

Messi poderá reencontrar Neymar se fechar com o PSG - Don EMMERT / AFP
Messi poderá reencontrar Neymar se fechar com o PSG Imagem: Don EMMERT / AFP

26/08/2020 16h55

Os dirigentes do Paris Saint-Germain consideram "impossível" a contratação do atacante argentino Lionel Messi, caso seja a confirmada a saída do Barcelona, segundo publicou hoje o jornal "L'Équipe".

De acordo com as fontes consultadas pela publicação, a operação seria incompatível com as regras do equilíbrio financeiro impostas pela Uefa, inclusive no caso do jogador ser liberado para se transferir sem o pagamento de multa rescisória ao clube catalão.

Messi, conforme contrato com o Barça, teria direito anual de exercer cláusula de transferência gratuita, que neste ano expirou em 10 de junho. O jogador estaria tentando, no entanto, acioná-la posteriormente, alegando que os prazos deveriam mudar por causa da pandemia da covid-19, segundo confirmou a apuração da Agência Efe.

Com isso, o argentino poderia assinar com qualquer outro clube. No entanto, o "L'Équipe" afirma que os 71 milhões de euros (R$ 463 milhões) de salário anual bruto do jogador colocariam em uma situação delicada o PSG, diante dos olhares da Uefa.

Atualmente, o atual vice-campeão europeu paga, ao longo de 12 meses, 37 milhões de euros (R$ 244,7 milhões) para Neymar e 21 milhões de euros (R$ 138,9 milhões), também em rendimentos brutos, para o francês Kylian Mbappé.

Além disso, o "L'Équipe" aponta que as finanças do Paris-Saint Germain sofreram forte impacto ao longo deste ano, devido a pandemia da covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus.

Com isso, para o jornal, as duas únicas formas de contratar Messi, seria negociando Neymar ou Mbappé, opção que não é considerada viável, ou então desrespeitar o Fair Play Financeiro da Uefa, o que poderia ser visto como "provocação" ao mundo do futebol.

Esporte