Topo

Wenger promete voltar ao futebol, mas cogita aposentadoria como técnico

Shaun Botterill/Getty Images
Imagem: Shaun Botterill/Getty Images

24/05/2019 15h31

Um ano após deixar o comando do Arsenal, o francês Arsène Wenger colocou em dúvida o futuro como treinador ao declarar que retornará ao futebol, mas possivelmente com um papel diferente.

"Estou em uma encruzilhada. Achei que voltaria a comandar um time logo, mas gostei de me manter um pouco distante", revelou o técnico em entrevista à BBC.

Wenger, que treinou o Arsenal durante 22 anos e decidiu encerrar a histórica passagem pelo clube londrino ao final da temporada passada, disse ainda não ter definido o que fará.

"Vocês voltarão a me ver no futebol. Se será como treinador, não sei. Neste ano participei de eventos beneficentes, palestras e gostei de estar menos sob os holofotes, é menos estressante", confessou.

Aos 69 anos, sendo cinco décadas dedicadas ao futebol profissional como jogador e treinador, Wenger deixou claro que ainda pretende trabalhar com o esporte e anunciou que tomará uma decisão em breve.

"O futebol ainda é a minha paixão. Voltarei logo, mas não posso dizer exatamente em que função. Cheguei à conclusão que quero compartilhar o que aprendi na vida. Acho que a vida só é útil se você compartilhar o que sabe. Como será isso? Vencendo partidas ou de outro modo? É o que tenho que decidir, e a decisão virá rápido", explicou.

Mais Arsenal