PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Zverev não esconde idolatria por Djokovic após conquistar título do Finals

18/11/2018 19h03

Londres, 18 nov (EFE).- O alemão Alexander Zverev, que conquistou neste domingo o título do ATP Finals, ao vencer o sérvio Novak Djokovic, não escondeu a idolatria pelo adversário, a quem dedicou parte do melhor resultado da carreira.

"Nós tivemos muitas conversas, não só sobre temoas, mas sobre todos os tipos de assuntos, que não vou citar aqui. Você é uma pessoas que divide, e dividiu alguns títulos comigo. Te agradeço por ter me deixado ganhar uma hoje", afirmou o jovem, de 21 anos.

Zverev passou pelo veterano por 2 sets a 0, com parciais de 6-4 e 6-3. A partida valendo o troféu teve duração de uma hora e 20 minutos. O placar serviu como revanche pela derrota na fase de grupos, em que 'Nole' levou a melhor por 6-4 e 6-1.

"Realmente, não posso descrever isso. É o maior título que ganhei", disse o alemão, que havia vencido anteriormente os Masters 1.000 de Roma, de Montreal, ambos em 2017, e de Madri, neste ano.

Durante a entrevista realizada ainda na quadra da O2 Arena, em Londres, Zverev arrancou risadas dos torcedores algumas vezes, inclusive, brincou sobre a emoção que tomou conta do pai, de quem herdou o nome.

"Ele me treinou durante a maior parte da minha vida. É o melhor treinador de tênis. Ele não vai parar de chorar até o ano que vem, provavelmente. Mas, está tudo bem", disse o inédito campeão do Finals.

Esporte