PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Cristiano Ronalo admite que não pode reclamar de 2016: "Ano de sonho"

30/12/2016 13h35

Madri, 30 dez (EFE).- O atacante Cristiano Ronaldo deixou claro que não concorda com os pedidos gerais pelo fim de 2016, já que admitiu ter sido um ano inesquecível, principalmente, pelos títulos da Eurocopa e da Liga dos Campeões da Europa, embora espere o mesmo após o reveillón.

"Foi um ano de sonho, tanto no Real Madrid como na seleção. Um ano inesquecível no individual e no coletivo. Estou muito feliz. Espero que 2017 seja um ano igual, repleto de títulos e de alegrias", garantiu o camisa 7 mais famoso da atualidade.

Cristiano participou nesta sexta-feira de treino aberto para a torcida, no estádio Alfredo Di Stéfano, que é utilizado pela equipe B. O craque sentiu de perto o calor de cerca de 5 mil pessoas e garantiu ter ficado grato pela presença do público.

"Agradecemos aos torcedores, que sempre estão do nosso lado e sempre acreditam em nós. Muito obrigado por virem aqui hoje ao treino", disse o português.

O público que acompanhou a atividade, era, em grande parte, formada crianças, que ficaram eufóricas com a possibilidade de chegar perto de alguns ídolos da equipe campeã europeia. Cristiano Ronaldo, Marcelo e companhia, fizeram selfies, deram autógrafos e jogaram bolas para o público.

Além disso, os torcedores tiveram a oportunidade de conferir mais proximamente os troféus da Liga dos Campeões, da Supercopa Europeia e do Campeonato Mundial de Clubes, a mais recente conquista do Real Madrid, feita no Japão.

Esporte