Neymar tinha fratura no pé quando foi contratado pelo PSG, diz jornal

Contratado pelo Paris Saint-Germain por R$ 800 milhões, Neymar teria deixado o Barcelona com uma fratura no pé, mas os altos valores da transferência impediram o brasileiro de passar por uma cirurgia na França, de acordo com reportagem publicada pelo jornal francês L'Équipe nesta quarta-feira. O periódico recebeu a informação de uma fonte espanhola que não quis ter a identidade revelada.

Segundo a reportagem, Neymar sofreu antes mesmo de chegar ao clube uma fratura por estresse no quinto metatarso do pé direito, o que teria resultado nas várias lesões sofridas pelo atleta durante sua passagem pelo PSG, inclusive sendo obrigado a desfalcar a equipe em jogos importantes da Liga dos Campeões da Europa.

"Os motivos são muitos (para as lesões). Sua morfologia, seu estilo de jogo, com dribles e posturas dinâmicas... Se olharmos atentamente para as lesões no quinto metatarso, são traumáticas. Ele não sofreu uma sucessão de problemas musculares, então dizer que essas lesões estão relacionadas ao seu estilo de vida não é justo nem exato", disse o profissional em depoimento anônimo ao L'Équipe.

O jornal relata que entrou em contato com o médico Éric Rolland, à época funcionário do PSG e hoje no Rennes, mas ele não quis falar por respeito ao "sigilo médico". Nas seis temporadas em que esteve no time francês, Neymar jogou menos da metade dos jogos de seu time devido às inúmeras lesões, três deles - os mais graves - no pé direito: duas fraturas no quinto metatarso e uma operação no tornozelo em 2023.

Neymar deixou o PSG para se aventurar no futebol árabe, no Al-Hilal, mas se lesionou em uma partida pela seleção brasileira. O atacante sofreu uma torça grave no joelho esquerdo e voltará a campo apenas na próxima temporada.

O clube árabe investiu mais de 90 milhões de euros na contratação do brasileiro, que não entra em campo desde o dia 17 de outubro, quando a seleção brasileira perdeu para o Uruguai nas Eliminatórias para a Copa do Mundo.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes