Segurança de MC Daniel questiona coragem de Wanderlei Silva para aceitar luta

Depois de ser desafiado por Wanderlei Silva para uma luta no 'Fight Music Show', Alexandre 'Pitbull' faz questão de alimentar tal rivalidade. Se na última semana o segurança do MC Daniel protagonizou uma polêmica e virou alvo da lenda do MMA, agora, o profissional abraçou a missão, se mostrando disposto a resolver as diferenças com o novo desafeto.

Através da ferramenta 'Stories' de sua conta oficial no 'Instagram', 'Pitbull', confiante de que pode fazer bonito e vencer um possível embate contra um lutador profissional, cobrou Wanderlei publicamente a oficializar o encontro. Sendo assim, o segurança do MC Daniel insinuou que o veterano perdeu a coragem de tornar a luta real ao perceber que não conseguiu intimidá-lo.

"Wanderlei deixou a luta no ar, sumiu, não está falando mais nada. E aí, Wandeco? Me desafiou, falou um montão de m***, some do nada, desaparece? O que está pegando? Vamos que vamos. Você não é o Cachorro Louco, não está no apetite para pegar, amassar com a minha lata? Vamos para cima. Se o Fight Music Show não tiver (dinheiro) para eu enfrentar você, então você paga do seu bolso para eu te enfrentar. Você não está querendo? Vai aceitar ou vai amarelar?", declarou o segurança.

Entenda a polêmica

'Wand' decidiu desafiar o segurança do MC Daniel para uma luta, após o mesmo protagonizar uma polêmica recentemente, na saída de um restaurante, em São Paulo.

Tudo começou quando um homem provocou o cantor ao ver uma pessoa próxima o tietando. Na discussão, o indivíduo em questão agrediu Daniel. Em resposta, 'Pitbull' acertou um potente soco no 'bad boy', que 'apagou' na hora. Ao tomar conhecimento do episódio, o lutador reprovou a atitude do MC e do segurança e se prontificou a 'dar uma lição' no segundo.

Currículo de 'Wand' nos esportes de combate

Wanderlei Silva, de 47 anos, é um dos principais lutadores brasileiros da história do MMA. 'Wand' marcou época no Pride FC e também se destacou no UFC. Pela organização japonesa, o curitibano foi campeão do peso-médio e venceu o GP da categoria.

Continua após a publicidade

Ao longo dos anos, o profissional construiu um cartel composto por 35 vitórias, 14 derrotas, um empate e um 'no contest'. Seus principais triunfos foram sobre Brian Stann, Dan Henderson, Guy Mezger, Kazushi Sakuraba (três vezes), Keith Jardine, Michael Bisping, Quinton 'Rampage' Jackson (duas vezes) e Ricardo Arona.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes