PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Treinador promete versão técnica e empolgante de Whittaker para enfrentar Gastelum

Ag. Fight

Ag. Fight

17/04/2021 16h04

Robert Whittaker está prestes a lutar novamente pelo cinturão do peso-médio (84 kg) do Ultimate. Para consolidar a posição de desafiante número um da categoria, o ex-campeão terá que passar por Kelvin Gastelum no UFC Vegas 24, evento que acontece neste sábado (17), em Las Vegas (EUA), e confiança não falta do lado de 'The Reaper'. De acordo com Alex Prates, treinador do neozelandês, seu profissional vai impressionar no octógono.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag Fight (veja acima ou clique aqui), Alex Prates enalteceu a qualidade de Whittaker e minimizou a troca de adversário para o UFC Vegas 24. Originalmente, o ex-campeão estava escalado para duelar com Paulo 'Borrachinha', mas o brasileiro saiu de cena após pegar um resfriado. Imediatamente, a organização definiu Gastelum como substituto e o novo encontro foi bem visto pelo neozelandês e por sua equipe, apesar do americano ter um estilo de luta diferente do oponente anterior.

Alex explicou que um dos motivos que tornou o embate possível foi o fato de Gastelum não ser estranho para Whittaker. Em 2019, os atletas estavam escalados para lutar no UFC 234, atração realizada na Austrália. Na ocasião, o neozelandês colocaria o cinturão do peso-médio em jogo, porém o combate foi cancelado, porque 'The Reaper' passou por uma cirurgia de emergência horas antes do início do show. Para o novo e decisivo duelo, o treinador destacou que Whittaker está motivado e pronto para mostrar que é um lutador completo.

"Mudança radical não foi, mas três semanas antes trocou o lutador. Por sorte, temos canhotos no time e o Whittaker já enfrentou lutadores assim. O Whittajer também já tinha se preparado para lutar com Gastelum há anos. A gente já tinha uma ideia do que fazer, então foi mais fácil de trabalhar. O Gastelum tem mais tendência a usar outros estilos. Pode ir para o wrestling, mas o Whittaker está preparado para tudo e está calibrado. As performances dele foram técnicas. Ele é completo. Pode ter certeza que ele tem wrestling para mostrar", declarou o treinador.

Caso confirme o favoritismo diante de Gastelum, provavelmente, Whittaker será anunciado como próximo desafiante do peso-médio na sequência do UFC Vegas 24. Dessa forma, o neozelandês teria encontro marcado contra Israel Adesanya, homem que o destronou em 2019 via nocaute. Apesar da derrota para o número um da categoria, Alex garantiu que seu atleta possui boas chances de dar o troco no rival. Recentemente, o ex-campeão indicou que apresenta algumas artimanhas para superar o carrasco na revanche e, agora, o profissional brasileiro citou a estratégia de Jan Blachowicz contra Adesanya como exemplo a ser seguido.

"Tecnicamente, ele já é o desafiante, porque é o número um e vem de duas vitórias. Na minha opinião, já seria ele, mas, depois dessa luta, não vai ter dúvida. Ele está tranquilo. Ele quer mais a revanche do que o cinturão. Ele sabe que pode fazer melhor contra o Adesanya e que tem armas para isso. Blachowicz mostrou o que tem que ser feito e não é diferente do que pensamos. O Whittaker está muito confiante. Só o tempo vai dizer como o Adesanya vai voltar após a derrota. Tomara que o afete. Adesanya é excelente, difícil de ser batido, enorme para o peso, mas se aprende muito na derrota. Às vezes, o que te torna vitorioso, te expõe", concluiu.

Robert Whittaker, de 29 anos, é ex-campeão do peso-médio e está próximo de lutar pelo título da divisão mais uma vez. Após ser nocauteado por Israel Adesanya, o neozelandês atuou duas vezes e se recuperou ao vencer Darren Till e Jared Cannonier. Atualmente, 'The Reaper' ocupa o primeiro lugar no ranking da categoria, atrás apenas do nigeriano.

Esporte