PUBLICIDADE
Topo

Dana White indica que Durinho lutará pelo título dos meio-médios em retorno

Ag. Fight

Ag. Fight

11/07/2020 07h00

Após testar positivo para COVID-19 e ser retirado do card do UFC 251, onde disputaria o cinturão meio-médio (77 kg) contra o campeão Kamaru Usman, Gilbert 'Durinho' recebeu uma boa notícia. Nesta sexta-feira (10), em coletiva de imprensa em Abu Dhabi (EAU), Dana White - presidente do Ultimate - confirmou que o faixa-preta - primeiro colocado no ranking da divisão até 77 kg - deve ter a oportunidade de lutar pelo título da categoria em seu próximo compromisso.

A notícia deve trazer tranquilidade para o brasileiro, que recentemente manifestou preocupação com seu futuro caso Jorge Masvidal - seu substituto na disputa de título do UFC 251 - derrote Kamaru Usman e se conquiste o cinturão dos meio-médios. Mais midiático do que o atual campeão, 'Gamebred' poderia transformar a categoria em uma bagunça, nas palavras do próprio 'Durinho' em entrevista recente à Ag. Fight, por sua predileção por superlutas que envolvam maior mérito financeiro do que esportivo.

"Ele é o desafiante nº 1. Ele é o cara ranqueado como nº 1 no mundo. Sim, ele é o nº 1 no mundo. O garoto está faminto. Ele quer lutar. Ele quer ser um campeão mundial - e ele é o nº 1. Sim, isso o coloca em uma situação muito boa", destacou Dana White.

Depois de subir para os meio-médios, em agosto de 2019, Gilbert 'Durinho' engatou quatro vitórias consecutivas, a última delas em uma atuação dominante sobre o ex-campeão da categoria Tyron Woodley, em maio deste ano. A rápida ascensão levou o faixa-preta ao topo do ranking da divisão, o credenciando para uma disputa de título contra Kamaru Usman, da qual se viu obrigado a desistir uma semana antes da data marcada por ter contraído o coronavírus.

Esporte