Topo

Esporte


Dana White confirma Covington como próximo desafiante ao cinturão dos meio-médios

Diego Ribas, em Las Vegas (EUA)

Ag. Fight

07/08/2019 15h31

Dana White demonstrou ser um homem de palavra. Antes do combate entre Colby Covington e Robbie Lawler, o mandachuva do Ultimate havia dito que, em caso de vitória no UFC Newark, 'Chaos' seria o próximo desafiante ao cinturão da categoria. Dito e feito. Com uma performance dominante diante de 'Ruthless', o falastrão americano entrará em ação contra o campeão meio-médio (77 kg), Kamaru Usman.

Apesar da confirmação, o duelo entre os dois desafetos ainda não possui data nem local determinados. Com o confronto encaminhado, Jorge Masvidal - atleta que também vinha sendo cotado para tentar o título - ficou de fora da disputa. E sobre a situação de 'Gamebred', que vem de um nocaute impressionante sobre Ben Askren, Dana White foi bem sucinto.

"Foi para isso que eu coloquei o Covington nesse card contra um cara como o Lawler. Você pode dizer o que quiser do Covington, que você não gosta dele, isso e aquilo. Mas ele deu um show clínico contra o Lawler, que é um monstro. Lawler sempre faz lutas duras, ex-campeão, bate que nem um trator e o Colby o dominou completamente. O condicionamento dele foi impressionante, e a forma com que ele venceu foi ainda mais", declarou Dana White, antes de falar sobre Masvidal.

"Não se pode fazer ultimatos (sobre Masvidal). Veja só, nós vamos oferecer uma luta para ele, e se ele aceitar, ele luta. Se não aceitar, não luta", completou o presidente da companhia durante entrevista coletiva que teve a participação da reportagem da Ag. Fight, na última terça-feira, em Las Vegas (EUA).

Mais Esporte