PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Anderson Silva convoca algoz de Adesanya para treinos antes de retorno ao UFC

Amanda Lourenço, em Los Angeles (EUA)

Ag. Fight

18/12/2018 13h07

Após quase dois anos sem lutar, Anderson Silva retornará ao octógono do UFC no dia 9 de fevereiro contra Israel Adesanya, na Austrália, e o veterano usará de todas as armas que puder para vencer o jovem nigeriano. Prova disso é o novo parceiro de treinos que o ex-campeão dos pesos-médios (84 kg) convocou para integrar seu time. Trata-se de Alex 'Poatan' Pereira, o atleta que já derrotou 'The Last Stylebender' duas vezes no Glory, maior evento de kickboxing da atualidade.

Durante entrevista coletiva concedida na academia de Anderson Silva em Los Angeles (EUA), na última segunda-feira (17) - que contou com a presença da reportagem da Ag. Fight -, o peso-médio brasileiro destacou as qualidades do seu próximo oponente, que está invicto na carreira profissional no MMA com 15 triunfos. Apesar disso, ele ressaltou que, além da experiência, terá ao seu lado também uma equipe preparada para ajudá-lo a reencontrar o caminho da vitória.

"Israel é incrível, é jovem, mas treinei duro todos os dias durante a minha vida inteira. (...) Vai ser bem legal voltar e lutar com um cara como o Israel. (...) É um grande lutador, super talentoso, tem um futuro brilhante para trilhar nesse esporte (...) Mas tenho muita sorte, porque todos os meus parceiros estão aqui, Alex ('Poatan') está aqui. (...) Alex ganhou do Israel duas vezes, vou tentar pegar o que ele tiver de melhor para me passar nos treinamentos", contou Anderson.

Com quatro derrotas nas últimas seis lutas, o 'Spider' estava longe de viver a melhor fase da carreira quando foi afastado do octógono após flagra em exame antidoping. No entanto, sua história e os feitos do passado, como dominar por quase sete anos a divisão dos médios, ainda possuem grande respaldo. Deste modo, Dana White, presidente do Ultimate, garantiu que o brasileiro disputará novamente o cinturão caso derrote Adesanya, o que traz um tempero especial para o duelo contra o nigeriano.

"Esta luta é muito importante para mim e para o meu time, porque eu gosto do desafio. Estou há dois anos sem lutar, mas acredito que este é um grande momento para mim, porque essa luta tem algo especial, principalmente porque eu tenho meu time, o 'Spider Team', todos os meus treinadores aqui... Estou muito empolgado, eu amo lutar", comemorou o ex-campeão dos médios.

Também presente na coletiva, como relatou em publicação nas redes sociais (veja abaixo ou clique aqui), o algoz de Adesanya, Alex Pereira, exaltou o seu novo parceiro de treino. Na entrevista, 'Poatan' relembrou das duas oportunidades em que derrotou o nigeriano - em 2016 e 2017 -, e mandou um recado para Israel: disse que ele terá que redobrar a atenção com o ex-campeão brasileiro, pois Anderson teria uma maneira diferenciada de atuar no octógono.

"Estou aqui disposto a ajudar o Anderson nessa preparação dele. Vai dar certo, com certeza. Vejo que o Anderson está preparado. Já lutei com o Israel, ganhei dele duas vezes. E, vendo o jogo do Anderson, o Israel vai ter que ficar muito atento, porque o jogo do Anderson é totalmente diferente do de qualquer pessoa", relatou o kickboxer.

Aos 43 anos, Anderson não luta desde fevereiro de 2017. Ao final daquele ano, foi flagrado pela segunda vez em um exame antidoping e acabou suspenso. Livre para competir desde o dia 10 de novembro, o ex-campeão dos pesos-médios voltará ao octógono em busca da sua 35ª vitória como profissional. Seu cartel no MMA também conta com oito reveses e um embate sem resultado.

Um vídeo publicado por ufc (@ufc) em Ago 8, 2015 às 9:50 PDT

Confira a entrevista completa:

Esporte