PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Do céu ao inferno! Lutador nocauteia rival, mas se lesiona ao comemorar a vitória; veja

Ag. Fight

21/11/2018 08h00

Uma cena inacreditável foi protagonizada por Jack Culshaw no último sábado (17), em York, na Inglaterra. Durante uma luta do evento de MMA amador 'Almighty Fighting Championship 10', o jovem atleta machucou as duas pernas ao comemorar sua vitória. O êxtase de nocautear seu rival Zak Edwards ainda no primeiro round deu lugar ao estado de desespero ao perceber que tinha se lesionado gravemente. O peso-pena (66 kg) se feriu após subir no cage e aterrissar no octógono de forma malsucedida.

A cena (veja abaixo) impressionou pela imprevisibilidade da lesão, em um momento de festa. Em entrevista ao site 'MMA Fighting', Jack revelou detalhes da lesão e afirmou que ainda espera os resultados dos exames. Embora tenha machucado ambas as pernas, se engana quem pensa que o atleta inglês está decepcionado com o ocorrido. O peso-pena amador enxergou o lado positivo da situação e celebrou seus minutos de fama.

"Eu descubro de manhã . Eu fui e fiz um raio X e não havia ossos quebrados, mas você conhece a patela, a rótula? Foi tudo torcido e eles acham que meu ACL (ligamento cruzado anterior) está estourado. Teremos que esperar e ver, mas eles têm que olhar para a minha outra perna também, a perna esquerda, eles disseram que o joelho também pode ser um problema. Então, quando eles terminarem a reabilitação na minha perna direita, eles terão que fazer a minha perna esquerda também", revelou Jack.

"Estou amando , para ser honesto. Está divulgando meu nocaute, então mais pessoas saberão meu nome, mais pessoas vão me receber em seus shows e então mais pessoas podem me patrocinar. Está tornando meu nome cada vez maior, então qualquer publicidade é boa publicidade aos meus olhos", admitiu o atleta amador.

A cena bizarra vivenciada por Culshaw pode ter o colocado nos holofotes, mas custou caro no que diz respeito à sua condição física. Com a lesão nos joelhos, a previsão de retorno do jovem lutador inglês é para o fim de 2019.

Esporte