PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Demetrious Johnson desabafa sobre saída do UFC: "Queriam um novo campeão"

Jeff Bottari/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images
Imagem: Jeff Bottari/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Ag. Fight

31/10/2018 08h00

Demetrious Johnson foi o campeão mais dominante da história do UFC, com 11 defesas de cinturão - recorde na organização. Apesar disso, o americano nunca obteve a credibilidade que acompanhasse seus feitos no MMA. Prova disso foi a declaração do próprio atleta após deixar a liga. No último domingo (28), o lutador admitiu que após reinar soberano em sua divisão por durante sete anos, os fãs queriam uma cara nova para a categoria mais leve das artes marciais mistas.

Em entrevista ao site "MMA Fighting", Johnson comparou a sua postura com a de um possível futuro campeão mais popular. De acordo com o americano, os fãs das artes marciais queriam um novo atleta dominante que tivesse um estilo que vendesse mais, com provocações e não necessariamente fosse tão habilidoso quanto ele dentro dos octógonos.

"Por muito tempo, muitas pessoas na América do Norte queriam um novo campeão. Eles veem que podem realmente impulsionar esse modelo de pay-per-view, eles realmente não se importavam com as minhas habilidades. Eles realmente queriam alguém que fosse impetuoso, que fosse desrespeitar -  não que Henry Cejudo fizesse isso -, mas eles queriam outra pessoa", revelou..

"Eu sinto que eles queriam outra pessoa, e quando eu falo de outra pessoa, não digo o UFC, senti que o público queria que alguém tentasse levar esse divisão para algum lugar que eu não pude. Através de números , ou trazendo notoriedade ou o que seja. Então senti que este é o momento perfeito para eu ir atrás de algo que eu quero conquistar e deixar esses caras lidarem com isso ", analisou Demetrious.

O ex-campeão dos moscas ainda falou sobre a possibilidade de tentar reconquistar o cinturão que por tanto tempo foi seu. No entanto, o fato de o americano já ter vencido Henry Cejudo anteriormente, fez com que Johnson se desmotivasse para protagonizar uma trilogia contra o wrestler medalhista olímpico.

"Acho que para eu voltar e tentar recuperar meu título, na verdade não havia nada lá para mim, porque se eu olhar para ele como um artista marcial, Henry Cejudo é alguém que eu já derrotei. Eu poderia vencer na terceira vez, ou poderia perder de novo, dei um passo para trás e pensei: 'Ok, o que eu realmente quero? Se pergunte isso DJ, o que você realmente quer?' E eu estava tipo, eu queria algo diferente. Eu queria misturar tudo. Queria fazer algo diferente. Eu quero ser capaz de sair do cage empolgado e motivado, eu quero enfrentar um tipo diferente de competição", revelou Johnson.

Disposto a encarar novos desafios na carreira, 'DJ' já possui uma nova casa para lutar - ONE, maior liga de MMA da Ásia. O ex-campeão do UFC, aos 32 anos, soma 27 vitórias, três derrotas e um empate em seu cartel como profissional. Ainda não há previsão da data em que Demetrious estreará pela nova organização de artes marciais.

Esporte