PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Jon Jones provoca Cormier por não atender às ligações da USADA: "Você é louco?"

Ag. Fight

28/09/2018 11h37

Em declaração recente, Daniel Cormier demonstrou insatisfação com a punição de 15 meses aplicada pela USADA (agência antidoping americana) a Jon Jones. Além de 'DC' chamar a agência de "rídícula", pediu que eles não mais o testassem e, na última quinta-feira (27), por meio de suas redes sociais, disse que não atenderia às ligações da empresa. E, como de costume, não ficou sem uma resposta do seu rival, que o chamou de "louco" e o acusou de não aceitar a realidade.

Em publicação no seu perfil nas redes sociais (veja abaixo ou clique aqui), Jones escreveu um texto destinado a Cormier em que afirma, baseado nas declarações da USADA, que não existiu intencionalidade no seu consumo de substância proibida. Além disso, ele relata que o uso de Turinabol não promove melhora de desempenho e que, por isso, não teria feito diferença no seu desempenho durante as duas vitórias sobre o atual campeão dos pesados e meio-pesados (93 kg) do UFC.

"Você é louco, mano? A USADA continua a te ligar, mas você não vai atender o telefone porque, no segundo em que ouvir que sou inocente, a ilusão que você criou se quebra. Então tudo volta novamente à realidade e este não é um passo que você está disposto a dar. Em vez disso, você se abraça no seu falso cinturão e diz para si mesmo que a perna que bateu no seu rosto e a performance que o enterrou novamente estavam dopadas. O fato de que você não pode me derrotar te corrói e o impede de atender o telefone. Se você atender, o pesadelo se torna realidade", escreveu 'Bones'.

"Então, novamente, talvez você atenda e aceite a verdade de que foi derrotado por um lutador superior e isso lhe dê paz. Ou isso será de outra maneira e você ficará motivado para tentar uma terceira vez e isso vai me poupar do incômodo de ter que te desenterrar antes de eu te enterrar. Então, agora que a ilusão que você criou desmoronou e a 'violação não foi intencional e nem poderia ter melhorado o desempenho do atleta', você ainda precisa dizer algo a si mesmo, sim? E embora não houvesse 'absolutamente nenhuma intenção de usar substâncias proibidas', minha intenção era chutar sua bunda mais uma vez. Missão cumprida. Pegue o telefone. Vamos conversar sobre isso", completou.

Aos 31 anos, Jon Jones possui apenas uma derrota em seu cartel profissional como lutador de MMA. Em dezembro de 2009, o lutador aplicou uma cotovelada ilegal em Matt Hamill, o que levou o juiz a interromper a luta e declarar a vitória do seu adversário. Além deste resultado negativo e do 'no contest' em que seu último triunfo sobre Cormier se transformou após a constatação de doping, 'Bones' acumulou 22 vitórias ao longo da carreira.

Um vídeo publicado por ufc (@ufc) em Ago 8, 2015 às 9:50 PDT

Um vídeo publicado por ufc (@ufc) em Ago 8, 2015 às 9:50 PDT

Esporte