PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Gastelum compara Spider a Mike Tyson e torce para brasileiro não se aposentar

21/03/2017 16h35

gastelum

Gastelum praticamente aposentou dois grandes nomes do MMA – Reprodução

Kelvin Gastelum está vivendo o momento mais especial de sua carreira. Depois de ser obrigado a subir para a divisão dos médios (84 kg) por seguidas vezes falhar no corte de peso da categoria de baixo, a dos meio-médios (77 kg), o americano engatou vitórias importantes diante de nomes como Tim Kennedy e Vitor Belfort. Para completar, agora o lutador da Kings MMA terá pela frente Anderson Silva no UFC 212, marcado para dia 3 de junho, no Rio de Janeiro.

Coincidentemente ou não, os dois últimos atletas que Gastelum derrotou estão pendurando as luvas. Kennedy oficialmente já é um ex-lutador, enquanto que Belfort afirmou após o revés que apenas cumprirá a sua última luta de contrato para poder se aposentar. Aos 41 anos, será que Anderson Silva terá um futuro parecido? O americano torce para que isso não ocorra.

“Espero que não (se aposente). Espero o mesmo resultado que tive com o Vitor, mas se isso acontecer, eu vou chorar por fazer isso. Achei que a luta do Vitor era a maior, mas isso está em outro nível. Vou lutar com o melhor de todos os tempos. É como lutar com Mike Tyson… é insano”, afirmou Gastelum em conversa com o programa ‘MMA Hour’, relembrando do grande ícone da história do boxe.

Por conta do histórico recente do americano, alguns fãs estão o chamando de ‘Legend Killer’ (matador de lenda, em inglês). Gastelum garantiu ser indiferente a isso e estar apenas fazendo o seu trabalho em enfrentar atletas que estão à frente na lista dos melhores do Ultimate.

“Cara, eu estou bem com isso. O que quer que seja que as pessoas falem. Esses caras estão apenas acima de mim no ranking e isso faz as pessoas falarem. Estou lutando contra grandes nomes, as pessoas estão interessadas e vamos ver se o Anderson consegue pegar um cara novo e em ascensão como eu”, finalizou.

Esporte