Vida sem Globo: Cleber narrou finais e virou garoto-propaganda antes do SBT

Cleber Machado está vivendo um ano de 2023 bastante agitado. Demitido da TV Globo em março, o narrador não deixou os holofotes nos últimos meses e, hoje, assinou com o SBT.

Vida sem Globo

O narrador ficou poucos dias sem trabalho. Uma semana depois de ser desligado da emissora onde trabalhou por 35 anos, ele fechou contrato pontual com a Record para narrar os dois jogos da final do Campeonato Paulista.

Ainda em março, ele participou do "Posse de Bola", do UOL, em uma de suas primeiras aparições longe da Globo. Ele atuou como comentarista sobre os principais temas do futebol brasileiro na ocasião.

Cleber acertou com o Amazon Prime Video no mês seguinte. A plataforma transmite a Copa do Brasil e colocou o comunicador como seu narrador principal — a princípio, ele vai conciliar o trabalho no SBT com o streaming.

Ele também participou de uma série de programas esportivos de TV, como "Os Donos da Bola", "Bola da Vez" e "Apito Final". Alguns podcasts, como o "Flow Sport Club" e o "Inteligência Ltda", também entrevistaram o locutor.

Nas últimas semanas, Cleber "escapou" do esporte ao virar garoto-propaganda da Targifor. A marca de vitaminas trabalha para colocá-lo em propagandas que brincam com o bordão "Hoje não, hoje sim".

O narrador assinou hoje com o SBT e vai fazer parte do time fixo de narradores e apresentadores do canal de Silvio Santos. A emissora transmite, entre outros eventos esportivos, a Sul-Americana e a Champions League.

Cleber deve dividir as transmissões ao lado de Teo José e Luiz Alano, que estão mantidos no quadro de profissionais da emissora.

Superfeliz de trabalhar em uma rede que a gente viu nascer. Quando eu era moleque, comecei a assistir e ver a programação. Com todo esse interesse e força que o SBT está dando para o esporte e o futebol, para mim, é um prazer e uma honra ser convidado para participar dessa equipe que já tem Téo José, Luiz Alano, Mauro Beting — companheiro de muito tempo — e outros grandes profissionais. Espero que eu some e que, juntos, a gente faça um trabalho bem bacana e bonito Cleber Machado

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes