PUBLICIDADE
Topo

Basquete

Manifestantes antivacina apoiam Kyrie e tentam invadir jogo do Nets

Manifestantes anti-vacina tentam invadir o Barclays Center durante jogo da NBA - Twitter/@justericthomas/via Reuters
Manifestantes anti-vacina tentam invadir o Barclays Center durante jogo da NBA Imagem: Twitter/@justericthomas/via Reuters

Do UOL, no Rio de Janeiro

24/10/2021 20h05

Um grupo de manifestantes antivacina estiveram neste domingo no Barclays Center, em Nova Iorque, onde o Brooklyn Nets recebeu e foi derrotado pelo Charlote Hornets. Os donos da casa afastaram Kyrie Irving, que se recusou a tomar vacina, de todas as atividades já que para frequentar qualquer local fechado é necessário apresentar comprovante de vacinação, segundo as leis da cidade.

Neste domingo, a manifestação à favor de Kyrie se iniciou de forma pacífica, mas não durou muito tempo. Com cantos de "Deixem Kyrie jogar", eles tentaram invadir a arena e entraram em conflito com os seguranças do local.

Mesmo com a lei, o astro da NBA decidiu não tomar suas doses e está sendo impedido de treinar ou jogar pelo próprio clube. O atleta diz estar lutando pela liberdade e que essa é uma decisão individual, ignorando todos os benefícios já comprovados após a vacinação em massa.

Não há qualquer indício de que Nova Iorque revogue a lei que obrigue a vacinação ´para frequentar locais fechados. Sendo assim, a decisão de Kyrie poderá render um prejuízo de até US$ 16 milhões (cerca de R$ 90 milhões) ao jogador caso ele não mude de ideia até o fim da temporada.

As vacinas são seguras e eficazes e passaram por um processo sério de testes e aprovação por órgãos competentes antes de serem autorizadas para a população. Mais que isso, são a única forma de prevenção e combate ao vírus Sars-CoV-2. Dados científicos comprovam que as diferentes vacinas contra a covid são seguras e eficazes e que eventos adversos graves são raros.

Basquete