PUBLICIDADE
Topo

Basquete

Curry deve dizer não às Olimpíadas para ter descanso, diz treinador pessoal

Stephen Curry teve temporada impressionante na NBA, batendo recordes e liderando o Golden State Warriors - Thearon W. Henderson/Getty Images
Stephen Curry teve temporada impressionante na NBA, batendo recordes e liderando o Golden State Warriors Imagem: Thearon W. Henderson/Getty Images

Arthur Sandes

Do UOL, em São Paulo

22/06/2021 17h40

Ninguém ainda sabe ao certo se Stephen Curry estará nos Jogos Olímpicos deste ano com o time de basquete masculino dos Estados Unidos, mas a tendência é que o astro da NBA não vá a Tóquio.

"Vamos começar a treinar amanhã pensando na pré-temporada da NBA, em setembro ou outubro, e não na Olimpíada", afirmou Brandon Payne, treinador pessoal de Curry, em entrevista exclusiva ao UOL Esporte. "Ao menos é isso que temos até agora, neste momento. Amanhã (23) de manhã ele até pode me dizer o contrário, mas de momento é isso que temos. Foi uma temporada cansativa, e o descanso seria importante."

Payne trabalha com Curry há 12 anos, sendo o responsável por moldar o craque dos Warriors que mudou o estilo de jogo da NBA. Ele participou hoje (22) de um evento da fornecedora Under Armour para o Brasil, no qual conversou com o UOL. Amanhã, na cidade de San Francisco, ele e Curry começam os treinos de offseason.

"Se eu fosse o treinador da seleção, obviamente gostaria de ter Stephen à disposição, mas há outras coisas a se considerar. O protocolo de covid-19 não permite que a família vá junto [para Tóquio], então é um grande sacrifício. Não falamos especificamente sobre a decisão, mas eu também sou pai e sei o que significa", afirma Payne, evitando cravar o "não" de Curry ao time olímpico dos EUA.

Stephen Curry é bicampeão mundial de basquete com os Estados Unidos (2010 e 2014), mas nunca disputou as Olimpíadas. Em 2016, ele avisou que não poderia disputar a edição no Rio de Janeiro por problemas no tornozelo e no joelho.

Mesmo que não tenha Stephen Curry, o treinador Gregg Popovich deve poder contar com estrelas do porte de Kevin Durant, Damian Lillard, Devin Booker, Jayson Tatum e James Harden —segundo a ESPN norte-americana. Ao todo, são 57 nomes na lista preliminar, e o elenco será anunciado em breve. Os treinos começam em duas semanas, e o Dream Team estreia em Tóquio-2022 em 27 de julho.

Basquete