PUBLICIDADE
Topo

Basquete

Vanessa Bryant chama de 'insensíveis' acusações de estupro contra Kobe

Vanessa Bryant fala em funeral do astro do basquete no Staples Center - Frederic J. Brown / AFP
Vanessa Bryant fala em funeral do astro do basquete no Staples Center Imagem: Frederic J. Brown / AFP

Colaboração para o UOL, em São Paulo

27/02/2021 20h45

Vanessa Bryant, viúva do jogador de basquete Kobe Bryant, usou sua conta no Instagram para responder a tweets que acusavam seu marido de ser um estuprador.

Ela republicou no Stories de sua conta na rede social os prints de duas mensagens, postadas na época do acidente de helicóptero que vitimou Kobe e sua filha Gianna, de 13 anos, em janeiro do ano passado.

Um dos tweets respondidos por Vanessa foi escrito por Evan Rachel Woods. "O que aconteceu foi um tragédia. Estou com o coração partido pela família do Kobe. Ele é um herói no esporte, mas também é um estuprador. E todas estas verdades podem existir ao mesmo tempo", escreveu a atriz na época.

Alegando ter tomado conhecimento apenas agora da mensagem, Vanessa rebateu a acusação: "Seu tweet é falso, insensível, difamatório e calunioso", afirmou ela. "Este tweet é vil e perturbador. Comportamentos como este são o motivo de homens negros inocentes estarem na cadeia por crimes que não cometeram. Uma acusação não faz alguém culpado. Você não sabe os fatos", complementou.

Em seguida, Vanessa respondeu a um tweet da produtora Abigail Disney, que dizia: "Eu não disse nada sobre Kobe até agora porque senti que algum tempo precisava passar antes de pesar. Mas sim, é hora da marreta sair. O homem era um estuprador. Lide com isso", disse ela também pelo Twitter dias depois da morte de Kobe. Abigail recebeu uma resposta parecida com a que Vanessa escreveu para Evan.

Kobe foi acusado formalmente por um suposto estupro que teria acontecido no Lodge & Spa Cordillera, no Colorado, em 1º de julho de 2003. O astro do basquete sempre negou a acusação, e em 2004, o processo foi encerrado sem julgamento e com um pedido de desculpas, que admitiu que traiu sua mulher com a funcionária do hotel, mas frisou que foi uma relação consensual.

Informações extra-oficiais da época deram conta de que Kobe pagou dois milhões de dólares para a mulher que o acusou, como compensação de danos morais. O astro do basquete estava no Colorado para fazer uma artroscopia no joelho direito.

Na ocasião, Kobe foi interrogado pela polícia e foi submetido a um detector de mentiras. Ele tinha 24 anos.

Basquete