PUBLICIDADE
Topo

Eventos em março causaram aumento de mortes no Reino Unido, diz cientista

Torcedor com másara de proteção em partida entre Liverpool e Atlético de Madri - Carl Recine
Torcedor com másara de proteção em partida entre Liverpool e Atlético de Madri Imagem: Carl Recine

Do UOL, em São Paulo

26/05/2020 10h44

O cientista que lidera o maior projeto britânico de rastreamento do novo coronavírus, Tim Spector, afirmou que dois grandes eventos esportivos realizados em março causaram um grande aumento nos casos e mortes pela covid-19 no Reino Unido. As informações são da BBC.

Dados coletados de milhões de voluntários encontraram "pontos críticos" de coronavírus logo após o Festival de Cheltenham, um dos eventos hípicos mais importantes do Reino Unido, e a partida entre Liverpool e Atlético de Madrid, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões.

Apesar da ameaça causada pela pandemia do novo coronavírus, há menos de três meses o esporte continuava normalmente em todo o Reino Unido. No primeiro final de semana de março, foi realizado o cronograma completo de esportes na nação inteira.

Spector, do King's College London, disse que "as pessoas provavelmente morreram prematuramente" por causa da decisão de manter os eventos.

A pesquisa "Covid-19 Symptom Study" mostrou uma estimativa de 5 a 6% da população entre 20 e 69 anos apresentando sintomas nas regiões que aconteceram o jogo e o festival. O estudo baseia-se em informações enviadas por mais de três milhões de voluntários em todo o Reino Unido.

"Acho que os eventos esportivos deveriam ter sido encerrados pelo menos uma semana antes, porque eles causaram um aumento no sofrimento e na morte que, de outra forma, não teriam ocorrido", considerou Spector.

Segundo a última atualização da Universidade Johns Hopkins, o Reino Unido acumula 262.547 casos confirmados da covid-19 e 36.996 mortes causada pelo novo coronavírus.

Esporte