PUBLICIDADE
Topo

Após deixar Grupo Globo, MotoGP é adquirida pelo Fox Sports por um ano

Heino Kalis/Reuters
Imagem: Heino Kalis/Reuters

Gabriel Vaquer

Colaboração para o UOL, em Aracaju

03/03/2020 17h37

O Fox Sports anunciará ainda nesta semana que adquiriu os direitos de transmissão da MotoGP, o Campeonato Mundial de Motovelocidade, que pertenciam ao Sportv até 2019. O contrato fechado foi por um ano. As negociações acontecem desde o início de fevereiro e tiveram um desfecho positivo no fim da semana passada.

Segundo apurou o UOL Esporte, apenas pequenas burocracias contratuais impedem o anúncio oficial. O Fox Sports quer solucionar tudo ainda nesta semana para exibir a abertura da temporada da MotoGP ainda no próximo final de semana, no Catar.

A compra da MotoGP foi o "último ato" de Eduardo Zebini como o principal diretor do Fox Sports. Foi ideia do próprio Zebini adquirir o evento, que até a temporada passada, tinha transmissão do SporTV. O executivo saiu da emissora nesta segunda-feira (2) para trabalhar na CBF TV.

Será a primeira casa diferente da MotoGP depois de mais de 20 anos. No fim dos anos 90 e início dos anos 2000, a Globo chegou a exibir a categoria em TV aberta. Desde 2009, ela era apresentada por Guto Nejain e Fausto Macieira no SporTV. Ambos foram demitidos em janeiro pela emissora.

Na ocasião, a Globo admitiu que ainda não havia acordo para exibir a MotoGP em 2020. A falta de retorno de audiência e o preço elevado dos direitos de transmissão da MotoGP pesaram para que o Grupo Globo perdesse o interesse na categoria nos últimos anos.

No Fox Sports, a MotoGP vai reforçar o Fox Sports 2, canal que exibe competições de outros esportes além do futebol, que fica restrito ao canal principal. Uma equipe de transmissão ainda não está definida por parte da emissora esportiva. Procurada oficialmente pela reportagem, a assessoria do Fox Sports não comenta o assunto.

UOL Esporte vê TV