PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ronaldinho estreia no futebol de areia com lances plásticos e três gols

Amigos, Ronaldinho Gáucho e Jorginho atuaram lado a lado pela primeira vez - Reprodução/SporTV
Amigos, Ronaldinho Gáucho e Jorginho atuaram lado a lado pela primeira vez Imagem: Reprodução/SporTV

Do UOL, em São Paulo

27/01/2019 15h39

Ronaldinho Gaúcho fez sua estreia como jogador de futebol de areia neste domingo (27), como ele próprio havia anunciado na semana passada. Vestindo a 10 e com a faixa de capitão, o ex-atleta de futebol dividiu as atenções no Parque Olímpico da Barra, no Rio de Janeiro, com Jorginho, também camisa 10, que se despediu do esporte em duelo contra o Japão, vencido por 11 a 4 pelos brasileiros.

A convite de Jorginho, que se aposentou do futebol de areia aos 44 anos, Gaúcho participou do Duelo Internacional frente aos asiáticos e até começou entre o quarteto titular. Ele aproveitou a chance na modalidade para tentar lances plásticos, brincar e dar risadas com o amigo que fazia a última partida e, de quebra, balançar as redes três vezes e dar uma assistência.

"A gente te adora, te idolatra, te ama. Você merece tudo, tudo, tudo. Muito obrigado, um dia inesquecível na minha vida", disse Ronaldinho, que descartou uma possível aventura nas areias em entrevista ao SporTV. "Aqui é muito difícil, muito complicado. Vim porque esse cara (Jorginho) merece. Estou tão emocionado quanto ele. Sei que este ano vai chegar também a minha despedida (risos). É até difícil falar, aproveite, tudo que fez foi maravilhoso", completou.

No primeiro tento, anotado já no terceiro tempo, Ronaldinho tabelou com os companheiros e, com a bola no alto, deu de chapa, tirando o goleiro japonês da jogada. Depois, mais solto, fez um golaço. Recebeu passe, "petecou" e emendou uma bomba antes que a bola caísse. Ele vibrou e foi bastante cumprimentado pelos companheiros. No último lance da partida, bateu colocado e fechou a conta.

Antes, nos dois primeiros tempos do amistoso, Gaúcho havia tentado marcar, mas sem sucesso. Tentou de bicicleta duas vezes, de calcanhar em um lance que poderia ter simplificado, além de chutar para fora quando esteve cara a cara com o goleiro. Jorginho ainda fez seus dois últimos gols com a camisa da seleção, um de bicicleta, sua marca registrada.

Jorginho recebeu homenagens na sua despedida. Os ex-jogadores Cláudio Adão e Júnior, hoje comentarista no Grupo Globo, entregaram uma placa ao camisa 10 da seleção de beach soccer.

"Acho que todo atleta não é que espera este momento, mas sabe que vai chegar. Mas estou amarradão, olha quanta gente importante, falando coisas importantes. É uma gratidão eterna, só faltou minha pequena (filha)", disse Jorginho sem conter a emoção.

O camisa 10 defendeu a seleção brasileira por 24 anos nas quadras de areia. Ao longo do período, faturou oito títulos mundiais com a camisa verde e amarela e foi eleito o melhor jogador de futebol de areia do mundo em três oportunidades, 1999, 2000 e 2004.

O Duelo Internacional entre a seleção brasileira e o Japão teve duas partidas. No último sábado (26), os comandados de Gilberto Costa venceram os asiáticos por 5 a 1 - Jorginho fez de pênalti.

Esporte